Sinofksy durante o lançamento do Windows 8. (Fonte da imagem: Flickr/Dell)

Em novembro de 2012, pouco depois do lançamento do Windows 8, Steven Sinofsky surpreendeu o mundo da tecnologia ao anunciar que estava deixando a Microsoft. Ele até avisou que os motivos da saída eram pessoais, mas especulações sobre uma reestruturação na companhia duram até hoje.

Seja lá qual for o motivo, o vínculo profissional de Sinofsky com a antiga empresa encerrou-se nesta quarta-feira (3). O executivo foi “aposentado” pela Microsoft, assinando um termo de rescisão amigável entre ambas as partes.

Em troca, ele recebe as ações ganhas por ele como funcionário – pouco mais de 418 mil, que equivalem a, atualmente, US$ 14 milhões. Além disso, um contrato de direitos autorais pertencente ao ex-funcionário continua em posse dele até 2017.

Um comunicado oficial enviado, a companhia agradeceu os serviços de Sinofsky durante os 23 anos de carreira dedicados à Microsoft. Sob o comando dele, foram lançadas seis versões do Office e duas do Windows.

Cupons de desconto TecMundo: