Mapas da Apple decepcionam. (Fonte da imagem: )

Desde o lançamento do iOS 6, o Tecmundo tem mostrado aos leitores várias falhas e reclamações de usuários em relação ao aplicativo de mapas que a Apple liberou no seu novo SO. A ferramenta de navegação do novo smartphone da empresa já virou uma grande piada, e parece que ele realmente mereceu tal rótulo. Mas por que a Maçã tomaria uma decisão tão desastrosa, dando um tiro no próprio pé?

A resposta é simples, apesar de ter um contexto bastante carregado e incerto. O que realmente acontece é que a Apple já era conhecida por controlar a pulso firme tudo o que entra e sai dos seus sistemas operacionais e hardware. Isso, no entanto, é visto com maus olhos por muitos e tido como fator determinante para a qualidade da marca.

Então, se a Maçã gosta de controlar tudo de perto, por que a empresa daria o controle de dois dos aplicativos mais importantes do iOS para a sua maior concorrente, a Google?

Para amarrar a ponta solta nos princípios de qualidade, a Apple decidiu finalmente não usar mais os serviços da gigante das buscas no seu produto de maior sucesso. Em consequência disso, iOS 6 trouxe um aplicativo próprio da Maçã para a utilização de mapas e navegação, enquanto o aclamado Google Maps ainda sequer tem planos para voltar a fazer parte do catálogo de apps do iOS.

A ironia da qualidade

Como dito anteriormente, a Apple encontra nas práticas de controle extremo das suas plataformas o “Q” de qualidade pelo qual muita gente vende até os rins. Mas se é assim, por que os mapas do iOS 6 são tão ruins?

Sem dúvida, colocar um app de mapas tão incipiente no seu SO móvel foi uma decisão difícil. Contudo, é de se imaginar que ver a sua maior rival controlando duas das ferramentas mais úteis do iOS — YouTube e Google Maps — não deixava a Maçã nenhum pouco feliz. Fora isso, como a empresa não costuma liberar versões de testes para quase nada, o iOS 6 Maps foi lançado do jeito que estava mesmo. Ou seja, “levado nas coxas”, como diz o ditado.

A imagem do iPhone foi abalada?

As vendas do iPhone 5, pelo menos, não refletem isso. A Apple continuou a registrar sucesso absoluto no lançamento de mais uma versão do seu smartphone, e os clientes parecem estar esperando a hora em que o app de mapas nativo possa melhorar. Outros saudosos ainda batem o pé e não atualizam os seus dispositivos para o novo SO para não perder a ferramenta da Google.

Fora esses, temos ainda o grupo dos arrependidos. Aqueles que atualizaram seus iPhones e iPads para o iOS 6 e se decepcionaram com o app de mapas. Para esses, entretanto, resta apenas esperar que a Google se sensibilize com a causa e lance definitivamente um aplicativo de mapas na App Store.

Enquanto isso, só nos resta perguntar o que o futuro reserva para o SO da Apple sem o Google Maps. E você? Acha que a Maçã realmente errou feio com seu app próprio de mapas?

Cupons de desconto TecMundo: