Preciso trocar de chip para usar 5G SA e NSA? Saiba mais

2 min de leitura
Imagem de: Preciso trocar de chip para usar 5G SA e NSA? Saiba mais
Avatar do autor

O 5G finalmente está se tornando realidade no Brasil: algumas capitais do país, incluindo São Paulo, começaram a receber o 5G SA (standalone) e 5G NSA (non-standalone), garantindo mais potência no uso. As novas ofertas são capazes de alcançar velocidades na casa dos Gbps, desde que você esteja na área de cobertura, tenha um celular compatível e um chip habilitado.

Com a chegada da tecnologia, os consumidores podem ter dúvidas sobre o funcionamento do 5G. Para ajudar os clientes, as operadoras já forneceram informações sobre como usar o "5G puro" e se é necessário trocar de chip.

Diferença entre 5G DSS, SA e NSA?

O “5G de verdade” está disponível no Brasil em dois padrões que garantem velocidades em torno de 1 Gbps. Enquanto o 5G Standalone (SA) utiliza uma infraestrutura dedicada e garante baixa latência, a nova versão NSA (non-standalone) ainda usa núcleos de 4G, garantindo alta velocidade, mas desempenho inferior no tempo de resposta.

As novas versões do 5G garantem velocidades extremamente mais altas que o 5G DSS, que já é disponibilizado por operadoras no Brasil. O padrão garante suporte para redes mais rápidas que o 4G convencional, mas utilizando toda a estrutura de rede do padrão de internet móvel anterior.

Apesar das vantagens do 5G puro, é importante ressaltar que não é tão fácil garantir toda a velocidade da conexão atualmente. Afinal, as operadoras estão liberando o suporte para a tecnologia aos poucos e qualidade da conexão varia de acordo com diversos fatores, desde aparelhos conectados até distância das antenas.

Vou precisar trocar de chip?

Em relação ao chip e a troca de plano, a situação depende de cada operadora e o uso da tecnologia. Enquanto é padrão que você precisará de um celular compatível para usufruir da novidade, a troca de chip pode variar.

Confira as informações divulgadas pela Vivo, Claro e Tim a respeito do assunto.

Claro

Os usuários que querem aproveitar o 5G NSA da Claro não precisarão trocar de chip para usufruir da novidade. No entanto, para utilizar o 5G SA, que garante melhores índices de latência, precisarão substituir o chip. Vale notar que a empresa chama a oferta de ambas as conexões de 5G+, o que pode causar ainda mais confusão nos usuários.

Vivo

Assim como a Claro, a Vivo também oferece o novo 5G sem a necessidade de troca de chip, mas o uso da versão SA precisará da substituição do componente.

TIM

A TIM está liberando o uso do 5G SA sem a necessidade de troca de chip, mas é necessário ter um plano TIM Black ou TIM Black Família com um pacote de 50 GB de internet, que é grátis no primeiro ano. Para utilização de redes 5G NSA, não é necessário trocar de chip ou de plano.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.