(Fonte da imagem: Reprodução/Daily Gadgetry)

Usuários do serviço de armazenamento remoto Dropbox enfrentaram dificuldades para acessar seus arquivos durante este último final de semana. Os problemas começaram na tarde da sexta-feira (10), quando o aplicativo passou a sofrer instabilidades por conta de uma manutenção agendada. Tudo deveria voltar ao normal depois de algumas horas, mas o serviço continuou apresentando problemas até a noite deste domingo (12). Rumores de que o Dropbox teria sido vítima de um ataque hacker não demoraram a se espalhar.

Contudo, através de uma postagem publicada hoje (13) em seu blog oficial, a companhia afirmou que os problemas enfrentados nos últimos dias não botaram em risco dados privados de nenhum usuário. De acordo com o comunicado oficial, a instabilidade foi fruto de um pequeno bug em um script utilizado para atualizar o sistema operacional de alguns bancos de dados.

Em vez de simplesmente desligar os servidores e configurar o upgrade do SO, o código teria iniciado o processo de reinstalação total do software das máquinas, ocasionando a perda de dados relativos à API e recursos internos do Dropbox (como compartilhamento de fotos, upload direto da câmera etc.).

A equipe por trás do serviço foi então forçada a fazer um backup de emergência de tais dados técnicos e, durante este processo, o aplicativo ficou instável e sem boa parte de suas funções. “Seus arquivos nunca estiveram em risco. Esses bancos de dados não contêm documentos de usuários”, explica Akhil Gupta, chefe de infraestrutura da empresa. “Nós fomos capazes de recuperar grande parte das funcionalidades em menos de três horas, mas alguns servidores maiores levaram mais tempo para reconstituir”.

Errando e aprendendo

Akhil continuou seu discurso afirmando que a companhia aprendeu muito com o incidente e já está tomando providências para que o episódio não se repita. “Nós adicionamos uma camada extra de verificações automáticas que obriga a máquina a checar sua própria condição antes de aceitar comandos externos. Isso permite que o computador identifique por si mesmo se há um processo importante em execução para recusar operações potencialmente destrutivas”, explicou.

“Para agilizar a recuperação de dados, nós também desenvolvemos uma ferramenta que paraleliza a replicação de logs binários. Isso possibilita uma restauração muito mais rápida de backups SQL. Nós pretendemos distribuir essa ferramenta em open souce em um futuro próximo, para que outras pessoas possam se beneficiar de nossos aprendizados”, finaliza o executivo.

Cupons de desconto TecMundo: