O Motorola One Vision foi lançado hoje (15), em São Paulo. Apesar de ser um celular intermediário, ele conta com recursos e especificações que o colocam, digamos, no topo dos smartphones medianos, concorrendo com modelos top de linha de gerações passadas, por exemplo.

Ele é um bom aparelho para usuários que querem fugir de engasgos ou travamentos no Android, além de possibilitar o recebimento de arquivos em redes sociais, instalar jogos e salvar imagens sem se preocupar com o esgotamento do espaço interno.

É por isso que ele traz um processador Exynos 9609 (feito pela Samsung), 4 GB de RAM e 128 GB de espaço. Sua tela tem 6,3 polegadas, com formato ultrawide 21:9 e resolução de 2520 x 1080 pixels. Ele ainda tem duas câmeras traseiras de 48 MP e 5 MP, mais a frontal, de 25 MP.

Essa mistura de características mais simples com outras mais avançadas é o ponto-chave entre os aparelhos intermediários. Veremos, a seguir, quais celulares possuem uma relação de custo-benefício próxima à do One Vision aqui no Brasil.

Quais são os rivais do One Vision no Brasil?

Samsung Galaxy A9 2018

Tem uma bela tela, sem notch, e traz o mesmo espaço interno, além de câmera de 24 MP com a já conhecida qualidade da Samsung.

Xiaomi Mi 9 SE

Tela e espaço interno menores, contudo também possui câmera de 48 MP, além de 6 GB de RAM.

Huawei Mate 20 Lite

Traz o mesmo tamanho de tela, 64 GB de espaço, 4 GB de RAM e câmera de 20 MP.

Samsung Galaxy A50

Tem tela Super AMOLED de 6,4”, 4GB de RAM, 128 GB de espaço e câmera de 25 MP.

Bônus: Xiaomi Pocophone F1

O Pocophone F1 possui o processador dos celulares tops de linha de 2018 (um Snapdragon 845), tela de 6,18”, os mesmos 128 GB de espaço, 6 GB de RAM e câmera de 12 MP. Apesar da resolução mais baixa da câmera, o sensor proporciona excelentes fotografias.