A filial chinesa da Dell adotou uma estratégia no mínimo curiosa para promover as suas máquinas durante o lançamento da oitava geração de processadores Intel Core no país asiático. No evento, um porta-voz afirmou que as máquinas da companhia são as melhores para quem quer trapacear em Playerunknown’s Battlegrouds, uma das grandes febres do momento no mundo da jogatina.

O representante de uma das maiores fabricantes de computadores teria dito durante o evento que os computadores Dell permitem “rodar mais plugins para ganhar mais no Chicken Dinner”, uma referência à frase que aparece para o vencedor de uma partida no game estilo batalha real.

A fala do funcionário da Dell se torna ainda mais sem noção se levarmos em conta que, segundo o criador do game, 99% dos cheaters de PUBG vêm da China. Após a repercussão negativa da colocação, a filial australiana da Dell foi à publicou afirmar que a empresa não apoia práticas ilegais. Confira o comunicado enviado pela empresa ao site PC Power Play:

A Dell está totalmente comprometida em apoiar o jogo limpo nas partidas online. Não encorajamos ou endossamos qualquer comportamento que prejudique as práticas justas de jogo. A Dell tem um grande histórico de parceria com equipes de jogos, visando oferecer uma experiência definitiva a jogadores de alto nível. Na tentativa de comunicar o poder dos novos Dell G Series, exemplos de modificações inapropriadas foram usadas durante o evento de lançamento na China na última semana. Isso não reflete a nossa estratégia ou cultura global de jogos. Condenamos qualquer modificação abusiva nas jogatinas.

Ao que tudo indica, então, a Dell chinesa tentou apenas criar mais um apelo para os jogadores de PUBG em seu país.

Cupons de desconto TecMundo: