(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Você já ouviu falar em uma condição ocular chamada ambliopia? Pessoas que sofrem com ela têm dificuldades em enviar imagens de um dos olhos para o cérebro devido a más formações nos nervos, que podem acontecer durante o período da infância. E o resultado são imagens compreendidas de maneira errônea, o que força o cérebro a dar mais prioridade ao outro olho — tornando o olho afetado menos ativo, por isso o nome “olho preguiçoso”.

E agora, mais uma vez, cientistas afirmam que é possível tratar essa condição com o auxílio de video games. Em 2011, já havia sido divulgado um estudo que afirmava ser possível melhorar a visão do olho amblíope com a utilização de tampões de oclusão e jogos eletrônicos. Agora, um novo experimento traz o clássico game Tetris como uma ferramenta para melhorar a percepção tridimensional e atividade do olho afetado.

Os experimentos

Pesquisadores da McGill University (Canadá) reuniram 18 pessoas com ambliopia e realizaram o seguinte experimento: nove delas jogariam Tetris com óculos especiais que separavam a visão (deixando os blocos caindo em um dos olhos e os já alocados em outro) e as outras nove tinham o olho “normal” totalmente obstruído por um tampão. Ao final das duas semanas de testes, os que tiveram a visão separada (e não obstruída) tiveram melhorias mais significantes.

O grande trunfo desse projeto foi forçar os dois olhos a cooperar para a criação das imagens no cérebro, não obrigado apenas um dos olhos a trabalhar — o que pode ser muito doloroso e estressante, ainda mais quando aplicado a crianças (e o redator desta notícia diz isso com conhecimento de causa, pois passou por tratamentos de oclusão para ambliopia por vários anos).

Cupons de desconto TecMundo: