Samsung, Apple, BlackBerry... Esses nomes não devem ser surpresa quando se fala no mercado de smartphones. No entanto, uma empresa britânica resolveu fazer uma investida um tanto quanto arrojada para entrar no grupo de empresas do ramo.

A Wileyfox não é muito conhecida por nossas bandas, mas tem no Swift e no Storm – seus dois primeiros aparelhos – a esperança de poder figurar junto aos grandes nomes da tecnologia mobile. Os smartphones da empresa britânica rodam na plataforma Cyanogen OS 12.1, baseada no Android 5.1.

Não existem diferenças extremamente gritantes entre os dois sistemas, e a escolha por um OS alternativo pode ser a chave para que a Wileyfox se diferencie em um mercado muito bem estabelecido entre Android, Windows Phone e iOS.

Swift e Storm: uma dupla de peso

O Wileyfox Swift é o modelo de entrada da empresa e sai por aproximadamente 150 dólares – 129 libras no site oficial da Wileyfox. Ele conta com tela HD (resolução 720x1280) de 5 polegadas, câmera frontal de 5 megapixels e uma traseira de 13 megapixels, capaz de filmar em Full HD em 60 frames por segundo e com função de câmera lenta.

Na parte de dentro, o smartphone é impulsionado por um processador Snapdragon 410 quadcore de 1,2 GHz, GPU Adreno 306, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno, expansível para até 32 GB com o uso de um cartão micro SD.

Se a versão de entrada já tem uma configuração ótima para a faixa de preço, o Wileyfox Storm também é igualmente surpreendente. Ele vem com uma tela de 5,5 polegadas Full HD (resolução 1080x1920), câmera traseira de 20 megapixels que também filma em alta definição a 60 quadros por segundo e uma câmera dianteira de 8 megapixels com flash LED – para facilitar as selfies em lugares escuros.

Para garantir a velocidade no processamento do aparelho, ele conta com um Snapdragon 615 64-bit octacore de 1,5 GHz, GPU Adreno 405, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno, expansível para até 128 GB.

O Storm custa 199 libras – aproximadamente 230 dólares – e é uma ótima alternativa nessa faixa de preço. Infelizmente, não há qualquer previsão da venda dos aparelhos da Wileyfox fora do Reino Unido, então é melhor não esperar ver a marca britânica por aqui – pelo menos não tão cedo.

O que você achou dos aparelhos da Wileyfox? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: