Seu smartphone anda muito travado na hora de acessar vídeos, fotos ou outros tipos de arquivos? Se isso começou depois que você passou a usar um novo cartão micro SD, tenha certeza de que o tal cartão de memória é pirata. Não é muito difícil de encontrar esse tipo de fraude no mercado e, normalmente, elas têm algumas características que você pode observar para se proteger.

Antes de começarmos a explicar como distinguir um cartão SD original de um falso, é preciso entender que os piratas não são simples “usos ilegais de marcas famosas”, como SamsungSanDisk e Kingston. Esses produtos paralelos muitas vezes são de péssima qualidade e nunca entregam a capacidade de armazenamento que prometem. Por exemplo, você pode comprar um micro SD que mostra na embalagem “64 GB”, mas acabar recebendo apenas 8 ou 5 GB.

Contudo, seu smartphone ou tablet provavelmente vai identificar o cartão com a mesma capacidade anunciada, já que esses produtos piratas têm seus firmwares alterados para enganar os consumidores na hora de fazer essas checagens. Com isso, seu aparelho também é enganado.

Perdendo dados

Quando o espaço real fica cheio, o cartão começa a apagar dados antigos para armazenar os novos que o dispositivo tenta gravar, ou um erro pode acontecer e impedir o salvamento. Uma forma de testar a autenticidade é encher o cartão e, depois, ver se tudo continua lá e permanece acessível.

Além disso, as velocidades de gravação e leitura normalmente são muito lentas e, por isso, podem causar travamentos ou momentos de lentidão muito longos no seu aparelho. Com isso, se você já tem um smartphone Android muito simples e resolve usar um cartão falso, a usabilidade será praticamente impossível.

Fique de olho na impressão

Como todo tipo de produto pirata, cartões SD falsos também apresentam embalagens com impressões malfeitas ou simplesmente com cores trocadas, logos mal-posicionadas ou com informações faltando.

Fique atento na hora de comprar um cartão em lojas físicas. Se as embalagens parecerem um pouco suspeitas, com imagens mais impressas, letras pouco legíveis e coisas assim, não leve esse produto para casa, mesmo que ele seja muito barato.

Falando em preço, um cartão com um preço muito baixo também tem grandes chances de ser falso. Antes de sair para comprar um cartão de determinada capacidade, dê uma pesquisada na web por produtos com a mesma capacidade e marca para não ser enganado com valores muito baixos.

O lugar onde você compra o cartão também pode ser determinante. Adquirir cartões em camelôs e sites de importação da China, como AliExpress, DealExtreme e similares, pode não ser uma boa ideia. Até mesmo o Mercado Livre pode estar cheio de cartões falsos. Por isso, vale a pena fazer a compra em lojas nacionais e confiáveis, nas quais você terá certeza de que poderá entrar em contato para fazer uma possível devolução em caso de problemas.

Confira alguns exemplos

1. Nessa primeira imagem, você vê o cartão Samsung de 64 GB original à esquerda, e o falso à direita. Preste atenção na qualidade da impressão e também na diferença de cor da inscrição “64 GB”. As letras no produto pirata são mais grossas e menos legíveis, enquanto no original tudo aparece nitidamente.

Esse cartão paralelo na verdade não tem 64 GB. Depois de uma inspeção, foi confirmado que ele tinha apenas 8 GB. Ele também foi vendido por um valor muito abaixo do mercado.

2. Outro exemplo de má impressão. Nesse cartão EVO, as letras foram mal-impressas no modelo falso, à direita, e as laterais dele são pretas em vez de brancas, como no original. Esse modelo foi desmascarado pelo youtuber wan7000.

3. Mais um modelo falso com a marca da Samsung. Observe que as embalagens têm uma impressão muito ruim e não trazem qualquer informação sobre a capacidade de armazenamento do produto. Somente no cartão em si o detalhe aparece.

4. Agora sobre um cartão falso da Kingston. O aparelho à esquerda é falso, e é possível notar várias diferenças logo de cara. Não há qualquer dado de capacidade de armazenamento ou especificações na embalagem, apenas no cartão em si, que ainda tem detalhes diferentes do original. Esse modelo foi desmascarado pelo youtuber vta1995, que comprou no eBay. O cartão tinha apenas 5 GB de espaço, quando anunciava 64 GB.

5. Por fim, um modelo falso com a marca da SanDisk. O de cima é original, e o de baixo é falso. Note a diferença nas cores, mas perceba que, sem um padrão de comparação, você dificilmente perceberia isso. Essa farsa foi descoberta pelo youtuber Mrwhosetheboss, que fez a compra no AliExpress.

Verificar com um app

Fora essas características, há um app na Google Play chamado SD Insight, que consegue verificar informações dos cartões. Basta abrir o app e ver se o seu cartão contém informações sobre modelo, fabricante e data de fabricação. Se tudo estiver limpo, pode ser que você tenha sido enganado. Contudo, o app pode não ler detalhes de cartões que não sejam compatíveis com seu aparelho. Por isso, fique atento.

Você sabe distinguir um cartão SD pirata de um original? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: