Entre as baterias recarregáveis, a principal tecnologia é a de íon de lítio, por fornecer alta densidade de energia, não ter efeito memória e descarregar muito pouco quando não está em uso. No entanto, ela não é bem compreendida em escala molecular.

Agora, uma nova técnica produzida por pesquisadores do Centro Conjunto para Pesquisa de Armazenamento de Energia do Departamento de Energia dos Estados Unidos permite observar como o lítio se comporta dentro da bateria.

Para isso, os cientistas construíram um dispositivo chamado "operando electrochemical stage" dentro de um microscópio eletrônico de transmissão com correção de aberração superpoderoso, que permite fotografar os íons de lítio que se depositam e se dissolvem conforme o uso (são as manchas escuras das fotos).

Assim, será possível testar novas combinações de eletrodos e eletrólitos que melhorem o desempenho e a segurança das baterias recarregáveis. Nas imagens(vírgula) é possível também ver a formação do "lítio morto", que degrada a performance das baterias.

Cupons de desconto TecMundo: