Há pouco tempo aqui no Área 42, nós ensinamos como fazer uma minigeladeira USB. Apesar de simples, ela necessita de energia elétrica para funcionar. O que nós vamos fazer esta semana é um modelo totalmente diferente do que conhecemos.

O Zeer Pot é conhecido popularmente como Pot-in-pot Refrigerator (algo como geladeira de pote no pote). Sua construção é extremamente simples. Trata-se de um pote de cerâmica menor posicionado dentro de um maior. Entre os dois, é colocada areia e, nela, água.

Vamos construir uma geladeira assim? Então, preste atenção nos materiais necessários.

Lista de materiais

  • 2 potes de cerâmica, sendo um grande e um menor;
  • 1 toalha grande;
  • Cola epóxi;
  • Areia.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Somente pela lista de materiais, já foi possível perceber que o processo de construção é extremamente simples, não é mesmo?

Os potes cerâmicos podem ter o tamanho ou o formato que você quiser, desde que seja possível manter um espaço entre eles.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Outro detalhe importante é garantir que os jarros sejam naturais, ou seja, eles não podem ter nenhum tipo de tinta ou esmalte revestindo suas paredes internas ou externas. Caso isso aconteça, a geladeira apresentará problemas, pois o funcionamento dela depende da porosidade da cerâmica.

Não existe um tipo específico de areia mais ou menos recomendado para o processo. Contudo, algumas pessoas sugerem a utilização da areia de rio, por ela ser um pouco mais grossa.

Iniciando a construção

Agora, vamos dar início ao processo de construção.

A maioria dos vasos cerâmicos comercializados possui um furo na parte de baixo. Antes de tudo, nós precisamos fechar essa parte. Para fazer isso, utilizamos um pedaço de cola epóxi.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Com os furos tampados, começamos a depositar areia no fundo do pote maior. É preciso que os dois fiquem com a boca da mesma altura, portanto, preenchemos o fundo do pote grande com areia até que o menor fique paralelo à abertura do grande.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Em seguida, posicionamos o pote menor sobre a areia, bem no centro, e depositamos o restante da areia entre os dois, até em cima.

Atenção: nesse momento, é importante que a areia fique completamente comprimida entre os jarros. Se ela, por acaso, ficar muito “fofa”, a água vai empurrá-la para baixo do pote menor, fazendo com que ele suba e a geladeira desmonte.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O próximo passo é preencher a areia com água. Para facilitar o processo, utilizamos uma garrafa de refrigerante. Devemos derramar o líquido na areia até que ela fique completamente saturada e não consiga mais absorver nem uma gota.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Depois de encher com água, vamos pegar a toalha, encharcá-la e cobrir o recipiente. Isso vai permitir que a temperatura interna não se eleve.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Testando nosso produto

Vamos executar duas medições de temperatura. A primeira será feita logo após a montagem do produto, e a segunda depois de seis horas.

 

Na primeira medição, pudemos constatar que a temperatura externa era de cerca de 24 graus. Dentro do vaso menor, ela também manteve esse padrão.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Depois disso, precisaremos deixar os vasos descansando por algumas horas até que a água comece a evaporar. No nosso caso, deixamos o conjunto parado por seis horas e verificamos novamente a temperatura.

A segunda medição mostrou resultados interessantes. Enquanto a temperatura ambiente estava em cerca de 25 graus, a parte interna de nossa geladeira primitiva estava marcando apenas 17 graus, ou seja, uma diferença de 8 graus. Isso em apenas seis horas de funcionamento.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

É importante notar que essa geladeira artesanal funciona melhor quando o clima está quente e seco, o que ajuda a água a evaporar com mais facilidade, acelerando o processo de resfriamento. Quanto mais rápido a água evaporar, maior será o potencial do nosso produto.

Pronto! Agora é só depositar suas bebidas ou o que você quiser dentro de sua geladeira ecológica.

  (Fonte da imagem: Tecmundo)

Como funciona esta geladeira?

O funcionamento do aparato é extremamente simples. A água que fica na areia contida entre os dois potes evapora, levando consigo o calor do vaso interno. Devido à cerâmica ser porosa, a água pode absorver o calor e manter a temperatura baixa.

O Zeer Pot foi desenvolvido por um professor nigeriano chamado Mohammed Bah Abba. Ele criou esse produto para ajudar as famílias mais carentes a preservar seus alimentos, já que não elas possuíam eletricidade e muito menos geladeiras. O professor recebeu inúmeros prêmios graças à sua invenção.

Mohammed Bah Abba, o inventor (Fonte da imagem: Reprodução/Rolex Awards)

Existem registros históricos desse tipo de tecnologia datando de 2.500 anos antes de Cristo em diversas partes do mundo, incluindo Egito e alguns locais do Oriente Médio e do Mediterrâneo. Naquele tempo, as pessoas já utilizavam os jarros de cerâmica para manter a água fresca e os alimentos conservados. Contudo, Mohammed Bah Abba desenvolveu o conceito de utilizar um jarro dentro do outro, melhorando o sistema.

(Fonte da imagem: Reprodução/Rolex Awards)

O inventor passou quase dois anos trabalhando na invenção. Durante esse tempo, ele experimentou diversos materiais diferentes para servir como isolamento térmico, inclusive espuma de colchões. As 5 mil primeiras unidades produzidas por ele foram doadas para famílias nigerianas mais necessitadas.

Fonte: Science in Africa

Cupons de desconto TecMundo: