Será que é mesmo possível fritar um ovo no computador? É comum ouvir essa frase quando está muito quente, pois é fácil encontrar máquinas que alcançam altas temperaturas, e não é difícil imaginar que essa possibilidade realmente exista.

Antes de tudo, o que é necessário para que um ovo frite? Qual a temperatura que ele precisa até que o processo de coagulação da clara e da gema inicie? A resposta para isso é cerca de 65 graus para a clara e 75 graus para a gema. Antes disso, o máximo que pode acontecer é a clara começar a cozinhar e passar de transparente para branca, lentamente.

Para sanar essa dúvida de uma vez por todas, fizemos essa experiência. Para começar, utilizamos nosso computador de parede. Lembram dele? Aproveitamos que ele já está montado de maneira conveniente para nosso experimento.

Preparando a cozinha

O primeiro passo é montar tudo e preparar os testes iniciais. Para testar a temperatura de forma eficiente, vamos utilizar um medidor de temperatura a laser. O processador precisa esquentar muito para que o teste funcione, portanto, para forçar um superaquecimento, utilizamos o Prime95 — conhecido software de testes que estressa o processador para que ele atinja altas temperaturas em busca de problemas de estabilidade.

A temperatura ficou estável depois de um tempo. Entre 50 graus na base do processador e 30 graus no topo do dissipador, que é o local onde tentaremos fritar o ovo. Como não podemos colocar nada diretamente no dissipador para não escorrer e danificar a placa-mãe, fabricamos uma espécie de “panelinha”,confeccionada com papel alumínio para esta finalidade. Para alocar o papel alumínio e gerar maior temperatura,removemos a ventoinha.

Optamos pelo papel alumínio em vez de colocar uma panela de verdade porque o alumínio é mais fino, portanto, a temperatura do topo do dissipador seria mantida. Essa parte precisa ser feita com cuidado: se o papel tocar na placa-mãe, ele poderá causar curtos-circuitos e danificar o equipamento.

Queimando calorias

Com muito cuidado, colocamos o ovo na superfície, que nesse momento estava em quase 40 graus. O ovo ficou ali por um bom tempo e, mesmo com a temperatura subindo lentamente, infelizmente não começou a fritar. Ainda estávamos muito longe da temperatura suficiente para fritura. Depois de um tempo, o computador desligou devido ao sistema de proteção contra superaquecimento. Lembram do artigo “como detonar um processador?

A verdade é que, mesmo com o computador esquentando muito, não é possível fritar um ovo nele. Mesmo que o aparelho atinja a temperatura necessária para isso, ele acaba desligando depois de um tempo — devido ao sistema de proteção térmica

Retroceder nunca, render-se jamais

Porém, nós não gostamos desse resultado e fomos um pouco além, para provar de uma vez por todas que é mesmo impossível fritar um ovo em um computador. Para isso, utilizamos um equipamento similar àquele utilizado na matéria “como detonar um processador”. Já na primeira vez que ligamos o computador sem o dissipador, a temperatura subiu, como da outra vez.

Primeiro, colocamos manteiga sobre o processador. Para fritar um ovo adequadamente, nada como um pouco de manteiga. Ela derreteu facilmente sobre o núcleo. O próximo passo é colocar o ovo direto em cima. Não utilizamos a nossa “panelinha” de alumínio dessa vez para evitar curtos na placa mãe. Como a superfície é um pouco irregular, tivemos um pouco de dificuldade com o primeiro ovo. Com o segundo deu mais certo.


Em pouco tempo, pudemos observar o ovo já começando a formar bolhas e a fritar perto do núcleo do processador. Essa parte fritou muito bem, o resto, nem tanto. Nem mesmo as fatias de queijo que colocamos em volta derreteram por completo. Apesar da temperatura inicial ser alta, o ovo resfriou o processador, e todo o calor produzido pelo núcleo não foi suficiente para que a fritura tivesse sucesso. A clara funcionou como um excelente dissipador de calor.

A temperatura pode ter sido alta no início, mas apenas no núcleo do processador. E como ele era muito pequeno, infelizmente não coube um ovo inteiro ali. Logo, não é possível fritar um ovo no computador, mesmo nos dias mais quentes do verão. No entanto, descobrimos algo muito peculiar: esse alimento é um excelente cooler. Será que depois do WaterCooler teremos um EggCooler?

O problema real foi limpar toda a bagunça no final...

Cupons de desconto TecMundo: