A Apple adquiriu uma startup (funcionários e tecnologia) chamada BookLamp no início deste ano, gastando em torno de US$ 10 a US$ 15 milhões. A informação não tinha sido revelada até então, mas recentemente ela foi descoberta pelo TechCrunh. Além disso, depois da descoberta, a Apple admitiu que “compra empresa de tecnologia menores de tempos em tempos, mas que geralmente não discutia os seus propósitos e planos”.

A startup com sede em Idaho criou um projeto conhecido como Genome Project (atualmente fora do ar). Ele comparava a linguagem, classificações anteriores e os temas de livros para oferecer recomendações de leitura para os seus usuários. O sistema era semelhante ao que o Pandora faz com as recomendações de músicas.

A descoberta

Segundo o TechCrhunch, vários funcionários da BookLamp se mudaram para a Califórnia desde que a Startup anunciou que estava fechando nas portas em abril. Naquele momento, tanto a Apple como a Amazom tinham o interesse em adquirir a empresa. No entanto, a Amazon finalmente recuou e comprou o GoodReads, deixando a BookLamp para a Apple.

Por enquanto, a BookLamp ainda possui a sua sede em Idaho, mas já abriu um novo escritório em Cupertino, embora nenhum funcionário trabalhe em nenhum dos prédios. Em vez disso, todos os ex-trabalhadores estão agora na Apple, provavelmente trabalhando em uma pesquisa melhorada ou mecanismo de recomendação para o próprio serviço iBooks da empresa, que atualmente não oferece recomendações aos seus usuários.

Cupons de desconto TecMundo: