(Fonte da imagem: Reprodução/Getty Images)

A Apple está disposta a pagar US$ 53 milhões (aproximadamente R$ 105 milhões) para encerrar uma ação judicial conjunta que acusa a companhia de não honrar com as garantias dadas ao iPhone e ao iPod Touch.

Conforme publicado pelo site Wired, a empresa deve apresentar um documento oficial à corte federal de São Francisco nas próximas semanas propondo um acordo “amigável”. Nele, a Maçã propõe o pagamento de uma espécie de “prêmio” em dinheiro para os potencialmente milhares de clientes que se sentiram lesados.

A encrenca é que muitos aparelhos da marca apresentaram problemas de funcionamento, mas a empresa se nega a reparar ou substituir os dispositivos, pois uma pequena fita indicadora colocada perto das entradas do fone de ouvido e de carregamento de energia teria entregado que os equipamentos foram molhados — o que invalidaria a cobertura das garantias oferecidas pela companhia.

Contudo, a 3M, fabricante dessa fita, afirma que até mesmo ambientes com grande umidade podem fazer com que esse mecanismo indicador mude de cor (sinal de que, a princípio, o componente teve contato com água).

Os modelos envolvidos nesse processo são os iPhones de 1ª geração, 3G e 3GS, além dos iPods Touch de 1ª, 2ª e 3ª gerações. Os pagamentos individuais propostos pela Apple ficam em média no valor de US$ 200 (R$ 395), podendo variar de acordo com a quantidade de reclamações apresentadas pelo consumidor.

Clique aqui para conferir o documento na íntegra (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: