Depois da exibição de alguns ícones que mostravam a influência da interface utilizada pelo iOS (sistema operacional dos iPhones, iPods Touch e iPads) na versão do Android utilizada pela linha Samsung Galaxy, agora surgem novas evidências de que a empresa sul-coreana pode realmente ter copiado alguns detalhes da Apple – todas apresentadas pela própria Maçã, em tribunal dos Estados Unidos.

As novas denúncias surgem com base em documentos aos quais a Apple teve acesso e que vieram diretamente (pelo menos é o que está sendo alegado) dos laboratórios internos de design da Samsung. As imagens mostram uma comparação entre a interface do iPhone e do Galaxy, sempre com anotações do que poderia ser melhorado no aparelho da Samsung para que ele ficasse mais competitivo.

Menus de ícones

A primeira “evidência” está na interface de ícones. Em um comentário enviado para os designers, a Samsung pede para que os atalhos sejam remodelados, ficando mais fluidos do que estavam na versão original. Também há o seguinte comentário: “Remover a sensação de que o menu de ícones do iPhone foi copiado, diferenciando o design”.

(Fonte da imagem: Reprodução/Slash Gear)

Outro argumento apontado pela Apple está na possibilidade de criar ícones duplicados. Um slide de comparação produzido pela Samsung deixa claro que os iPhones não podem ter ícones duplicados na tela inicial, enquanto o Galaxy S1 permitia isso. O recado deixa claro que isso precisava ser modificado, para evitar confusões.

(Fonte da imagem: Reprodução/Slash Gear)

Ligações

A Apple acusa a Samsung também de ter copiados os mecanismos de encerramento de ligações. O iPhone possui um sistema que permite esse processo apenas pressionando o botão de ligar/desligar. Nos slides, a Samsung orienta seus designers a seguirem o mesmo padrão com os Galaxy, fazendo com que fique mais simples a ação.

(Fonte da imagem: Reprodução/Slash Gear)

Composição de textos

Por fim, a última comparação mostrada é relacionada à composição de textos. Os iOS oferece uma pequena lupa que facilita a disposição do cursor de digitação sobre uma letra específica no aparelho. O sistema original dos Galaxy era confuso e os designers foram orientados a criar uma função que fosse parecida com a utilizada pela Apple.

(Fonte da imagem: Reprodução/Slash Gear)

.....

Para finalizar, os advogados da Apple disseram que copiar esses detalhes não foi uma decisão justa, pois o processo durou apenas três meses, enquanto o iPhone levou quatro anos para ter os conceitos definidos. Com isso, seria muito mais fácil atingir o sucesso, pois a empresa coreana “não correria riscos”. Pelo visto, a história ainda vai longe.

Fonte: Slash Gear e CNET

Cupons de desconto TecMundo: