iPad, com tela touchscreen: nova tecnologia pode tornar custo das telas mais barato

Fonte da imagem: Apple

As telas de touchscreen ao que parece conquistaram definitivamente os consumidores. Hoje em dia, mesmo os dispositivos mais simples e baratos possuem tela com suporte ao toque, em substituição às dezenas de botões que acompanhavam os equipamentos.

O material mais comum utilizado nos aparelhos da atualidade inclui um condutor de óxido de índio e estanho (ITO). Esse material é bastante difundido devido a sua excelente condutividade e às propriedades de transparência em camadas finas.

Contudo, o elemento químico Índio não é abundante no planeta e por isso a indústria começa a procurar alternativas. Um novo eletrodo, desenvolvido por pesquisadores da instituto alemão Fraunhofer, utiliza nanotubos de carbono e resulta em polímeros de baixo custo.

A folha do eletrodo é composta de duas camadas: a primeira é feita de uma material extremamente barato, o Tereftalato de Polietileno (PET), o mesmo utilizado nas garrafas de refrigerantes; já a segunda é composta por um fina película que mistura nanotubos de carbono e polímeros com condução elétrica.

“As vantagens do PET sobre o ITO superam em muito as suas desvantagens”, explica Ivica Kolaric, gerente de projetos do instituto. O produto agora será submetido a testes em maior escala e, caso obtenha os mesmos bons resultados, pode aparecer nas telas dos dispositivos eletrônicos ainda nos próximos 5 anos.

Cupons de desconto TecMundo: