O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Sherman, teve as contas de email e de Dropbox hackeadas. Segundo o Buzzfeed News, os dados presentes nas contas foram deletados. Augusto Sherman é relator das auditorias que investigam empréstimos do BNDES no exterior.

As contas hackeadas e apagadas não armazenavam informações novas e sensíveis sobre as auditorias em andamento

Não foram revelados detalhes se o ataque foi realizado por um atacante solitário ou grupo hacker, porém, uma investigação está em curso. De acordo com o BfN, ainda “é cedo para se descartar a possibilidade de invasões domésticas ou até mesmo uma possível – mas improvável – coincidência de o ministro ter sido vítima de um ataque aleatório”.

O veículo acredita que seja improvável uma coincidência — indicando um ataque patrocinado — porque Sherman investiga empréstimos realizados durante os governos do PT. No caso, os empréstimos tinham interesse em promover aproximações com países como Cuba, Venezuela e Angola, resultando em obras financiadas de empresas como Odebrecht, Camarago Corrêa, Queiroz Galvão e Andrade Gutierrez.

Ao Buzzfeed News, fontes do TCU afirmam que as contas hackeadas e apagadas não armazenavam informações novas e sensíveis sobre as auditorias em andamento — por lá, estariam apenas relatórios e acórdãos de outros processos que já investigaram e constataram algumas irregularidades nos empréstimos.

Cupons de desconto TecMundo: