Pois é, parece que as dores de cabeça da Intel não vão acabar tão cedo. Isso porque a companhia F-Secure teria descoberto uma brecha no Active Management Technology – um serviço da Intel presente em boa parte dos notebooks corporativos da empresa – que permitiria a hackers tomarem controle total do sistema em segundos.

Segundo a companhia de segurança, a falha seria extremamente simples e poderia afetar milhões de notebooks, tendo um potencial destrutível “inacreditável”. A boa notícia é que, apesar de tudo, a invasão do sistema deve ser feita a partir de um acesso físico do dispositivo; logo, um pouco de cuidado com seu aparelho pode deixá-lo devidamente protegido.

Após ter acesso ao seu PC fisicamente, hackers podem ter controle total do seu sistema e dados mesmo remotamente

A parte complicada disso é que, depois de ter seu AMT reconfigurado, os cibercriminosos podem criar uma backdoor que permite a eles entrar em seu computador remotamente, bastando a eles estarem na mesma rede. Em alguns casos nem isso seria necessário, já que os hackers poderiam configurar seu aparelho para se conectar a um servidor sob controle deles.

Também não deve ser surpresa saber que nenhum tipo de segurança – seja uma encriptação completa de disco, antivírus, firewall local ou VPN – pode proteger a vítima dessa invasão.

Enquanto a falha não é corrigida, a recomendação da F-Secure é a desativação total do AMT em sua máquina, se possível, ou o uso de uma senha forte no serviço. Caso uma senha desconhecida já tenha sido definida, é possível que seu aparelho já tenha sido vítima.

Cupons de desconto TecMundo: