As diversas denúncias de assédio sexual e até estupro envolvendo grandes nomes da indústria do cinema têm conseguido algo muito positivo: fazer com que mais pessoas que sofreram esses tipos de abusos venham a público relatar os acontecimentos e dar cara para os criminosos até então ocultos.

Reconhecemos que nossas diretrizes anteriores foram muito longe evitando o compartilhamento de informações como estupro e abuso

Isso tudo também fez com que o TripAdvisor, a plataforma de resenhas de viagens, restaurantes, hotéis e outros estabelecimentos, viesse a público para se desculpar por ter deletado comentários feitos por usuários relatando casos desse tipo, como o de uma mulher que contou ter sido estuprada no Iberostar Resort, na Riviera Maia, México, há alguns anos.

Políticas alteradas

Alegando que esses comentários não tinham a ver com o que se prestava a plataforma ou mesmo que poderiam conter linguagem não apropriada, o TripAdvisor sempre manteve a prática de apagar denúncias desse tipo ligadas a estabelecimentos no mundo todo, mas agora afirmou em um comunicado que vai alterar suas políticas para permitir as denúncias. “Reconhecemos que nossas diretrizes anteriores foram muito longe evitando o compartilhamento de informações como estupro e abuso”, diz um trecho do comunicado.

Além disso, o TripAdvisor revelou que vai criar uma espécie de “selo” a ser aplicado em estabelecimentos para avisar os usuários sobre problemas de saúde, segurança ou discriminação que sejam relatados pela mídia ou por outras fontes confiáveis.

Cupons de desconto TecMundo: