O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, continua com altos índices de popularidade na internet. Prova disso é que uma postagem dele a respeito dos protestos da extrema-direita no município norte-americana de Charlottesville — que inclusive terminaram com uma morte — bateu um novo recorde no Twitter.

A publicação traz uma foto de Obama com crianças de diversas origens em uma janela. A mensagem é uma frase de Nelson Mandela que diz "Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele, do seu histórico ou religião".

Confira:

A publicação ultrapassou 3,1 milhões de curtidas (o ícone do coração no Twitter) e se tornou o tweet mais favoritado da história. Anteriormente, a selfie da apresentadora Ellen Degeneres (em 2014) e uma mensagem da cantora Ariana Grande a respeito do atentado ocorrido durante um show em Manchester (em 2017) eram as detentoras da marca.

Só que o tweet de Obama ainda está longe de ser o recordista dos RTs, mesmo tendo 1,2 milhão de compartilhamentos. Essa marca ainda pertence a um jovem dos EUA que convenceu a rede de fast-foos Wendy's a fornecer um suporte de nuggets a ele caso batesse uma certa marca.

Anteriormente, a postagem de Obama abraçando a esposa Michelle e comemorando a reeleição também havia batido recordes, mas a publicação agora tem "apenas" 933 mil RTs e 619 curtidas. Os protestos com apologia ao nazismo já levaram várias marcas de tecnologia a tomarem medidas contra discursos de ódio, incluindo o Facebook, o GoDaddy e o Discord.

Cupons de desconto TecMundo: