Imagem de: Coleção com mais de 1 mil computadores da Apple está à venda

Coleção com mais de 1 mil computadores da Apple está à venda

1 min de leitura
Avatar do autor

Roland Borsky é o dono do que é provavelmente a maior coleção de computadores da Apple no mundo todo, ultrapassando, inclusive, a que existe no museu da Apple em Praga, na Tchéquia. A coleção, porém, está à venda pois o técnico de manutenção de computadores não pode mais pagar o aluguel do imóvel que a abriga, na Áustria.

Borsky, então, está colocando à venda sua coleção por um valor entre 20 mil e 30 mil euros, algo entre R$ 85 mil e 127,5 mil

O problema para Borsky começou quando a Apple abriu uma loja oficial em Viena e “roubou” todo seu trabalho em consertar computadores da marca. Com a diminuição da demanda, a vida foi ficando complicada para o técnico, que reunião sua coleção ao longo dos anos e as armazena em um galpão alugado que está difícil de pagar.

Pechincha

Borsky, então, está colocando à venda sua coleção por um valor entre 20 mil e 30 mil euros, algo entre R$ 85 mil e 127,5 mil. Seu desejo real é que o comprador disponibilize a coleção para visitação do público, de maneira que as pessoas possam desfrutar da chance de conhecer os modelos raros que ele reunião.

Caso não encontre compradores, o técnico lamenta o risco de ter que jogar fora sua coleção: "Ela será destruída. Isso é o que mais me incomoda, porque atualmente não posso alugar um espaço de armazenamento que eu possa pagar", disse ele.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Coleção com mais de 1 mil computadores da Apple está à venda