O grupo The Doers, de Curitiba, levou o segundo lugar em "Design de Jogos para Xbox/Windows". (Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Em uma competição envolvendo participantes de todo o mundo, Brasil trouxe para a casa três medalhas de ouro e uma de prata. Não, não estamos antecipando as Olimpíadas de Londres, mas uma competição tecnológica que premia os projetos mais inovadores criados por equipes de estudantes.

Organizada há uma década pela Microsoft, a Imagine Cup deste ano envolveu mais de 350 alunos de 75 países e premiou um valor total de R$ 360 mil em oito categorias. O tema era desenvolver inventos que ajudem a solucionar os principais problemas do mundo.

O Brasil ficou em segundo lugar em “Design de Jogos para Xbox/Windows”, com um grupo da Universidade Positivo, de Curitiba, que desenvolveu um game chamado "Do More", que estimula o trabalho em equipe.

As três vitórias vieram em desafios paralelos da competição: desenvolver uma forma de entretenimento para o Kinect (Team Interlab, da USP), aplicativo para a interface Metro e Azure (Virtual Dreams, também da USP e veterana na premiação). Além das equipes premiadas, vários outros grupos de estudantes brasileiros foram à feira demonstrar suas invenções.

Software para mudos foi o grande vencedor da competição. (Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Mas o principal vencedor foi mesmo o time quadSquad, da Ucrânia, que desenvolveu luvas sensoriais que traduzem via Bluetooth a linguagem de sinais para falas em áudio usando o Windows Phone e softwares de voz da empresa. O grupo levou R$ 50 mil como prêmio. Em 2013, a olimpíada passa de Sydney, na Austrália, para a cidade russa de São Petesburgo.

Fonte: Microsoft

Cupons de desconto TecMundo: