(Fonte da imagem: Thinkstock)

O mercado de eletrônicos vai muito bem em vendas nos últimos anos, mas um dos aparelhos apresenta números cada vez piores: os desktops sofrem uma queda-livre há algum tempo, e em 2013 não será diferente. Essa é uma das conclusões do relatório da Gartner, que mostra o desempenho aproximado do mercado de aparelhos neste e no próximo ano.

Segundo o estudo, mesmo juntando desktops e notebooks, a categoria deve sofrer uma queda de envio de mercadorias de 8,4% até o final de 2013, e uma nova baixa em 2014.

Os "ultramobiles" (ultrabooks ou tablets mais complexos, como o Surface) dobraram as vendas para 18 milhões de aparelhos, mas ainda estão em uma posição modesta. Ao todo, o crescimento de eletrônicos é de 4,5% em relação ao ano passado, com 2,32 bilhões de unidades comercializadas.

(Fonte da imagem: Reprodução/Gartner)

Já os tablets estão muito bem, com envios alcançando as 184 milhões de unidades em 2013 e com a possibilidade de aumentar esse número no ano que vem. Eles ainda não chegam perto dos smartphones, responsáveis por mais da metade das vendas de eletrônicos recentes, mas o rescimento é de 42,7% se comparado com o desempenho do ano passado.

Sistemas operacionais

(Fonte da imagem: Reprodução/Gartner)

O relatório cobre também a distribuição de aparelhos por sistema operacional. Por conta das diversas parcerias, o Android lidera a lista individual e não para de crescer: em 2013, espera-se que quase 880 milhões de unidades sejam comercializadas com o produto da Google. O iOS também mostra números positivos, com 331 milhões de vendas.

Windows e BlackBerry (antiga RIM) apresentam quedas, mas a expectativa é que o sistema operacional da Microsoft recupere-se em 2014. "Outras marcas" continuam sendo a maioria, mas devem cair com o passar do tempo.

Cupons de desconto TecMundo: