Elon Musk não comprará Twitter sem confirmação do volume de bots

1 min de leitura
Imagem de: Elon Musk não comprará Twitter sem confirmação do volume de bots
Imagem: Twitter

A aquisição do Twitter por Elon Musk está paralisada devido divergências na estimativa do volume de bots na rede. Parag Agrawal, atual CEO do Twitter, se recusa a apresentar comprovação dos dados apresentados à SEC.

Agrawal entregou à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) relatórios sugerindo que presença de robôs e contas voltadas para spams no Twitter contabilizaria menos de 5% do volume total de usuários. Por outro lado, Elon Musk vem sugerindo que esse número pode até quatro vezes maior.

Negociações agressivas

Na madrugada desta terça-feira (17), o empresário afirmou que sua oferta inicial de US$ 44 bilhões se baseava na estimativa de volume baixo de contas falsas, mas valor pode ser afetado caso esses dados não sejam comprovados.

Elon Musk é famoso tanto por suas empresas, como Tesla e SpaceX, quanto por declarações polêmicas que, eventualmente, beiram a especulação financeira. Até onde se tem confirmação, o número superior a 20% de robôs no Twitter também não parte de levantamentos precisos.

A recusa de apresentar publicamente comprovação dos números entregues à SEC não é irregular, desde que eles sejam verdadeiros, mas caberia ao órgão regulador deflagrar investigação no caso de suspeita de fraude. 

Dessa forma, ainda a atitude de Agrawal pareça fortalecer o argumento de Musk, todo esse movimento soa mais como uma disputa apenas para tentar renegociar valor da transação do que uma preocupação legítima com a qualidade da curadoria de contas na rede social.


News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.