A loja mobile de apps Aptoide ampliou a briga contra a Google por causa de práticas anticompetitivas da gigante dentro do sistema operacional Android. A desenvolvedora portuguesa já havia registrado uma queixa contra a rival, mas agora decidiu lançar uma campanha por conta própria para levar a mensagem ao consumidor.

"Google, Play Fair!" ("Google, Jogue justo!, em tradução livre para o português) é um trocadilho com o nome da loja Google Play, que é o catálogo padrão de apps no Android. Segundo a campanha, a empresa está propositalmente escondendo a Aptoide nos smartphones e até sugerindo a desintalação aos usuários. Chegou ao ponto do sistema de segurança do Android, o Google Play Protect, classificar o serviço como irregular ou possivelmente danoso.

"A Google está impedindo usuários de escolherem livremente as suas lojas de apps preferidas. A liberdade de escolha dos consumidores está em risco", diz o site oficial da ação. O objetivo é tentar convencer a dona do Android a não adotar mais essas práticas consideradas agressivas e deixar a competição acontecer livremente nos smartphones.

Vale lembrar que a Aptoide pode crescer muito em breve no mercado: a portuguesa é uma das possíveis lojas que serão adotadas pela Huawei no momento em que ela deixar o Android de lado após a suspensão e lançar o próprio sistema operacional.

Cupons de desconto TecMundo: