(Fonte da imagem: Daily Mail)

Cientistas desenvolveram um novo método estético que deve agradar a quem procura ter sempre o bronzeado perfeito. Através de uma cápsula do tamanho de um grão de arroz implantada debaixo da pele, o organismo inicia a produção natural de melanina, de forma semelhante ao que acontece quando somos expostos ao sol.

A novidade foi desenvolvida inicialmente para o tratamento de problemas de pele em pessoas com dificuldades de produção do pigmento, o que aumenta o risco de câncer de pele. Segundo reportagem do Daily Mail, especialistas veem grande potencial estético na tecnologia. Estimativas apontam que, anualmente, cerca de 3 milhões de pessoas usam camas de bronzeamento artificial, enquanto um número ainda maior recorre a sprays especiais.

Lesley Rhodes, professora de dermatologia experimental da Universidade de Manchester, afirma que o implante pode servir como um método alternativo de bronzeado. “Potencialmente, oferece uma alternativa aos protetores solares comerciais, e há diversos cientistas convencidos de que a tecnologia é segura”, afirmou.

Combate ao câncer de pele

O implante, desenvolvido pela empresa Clinuvel, já recebeu a aprovação do órgão Cancer Research UK, tendo potencial para prevenir câncer de pele e outros danos causados pela exposição excessiva aos raios solares. O produto também ajuda pacientes que passaram por transplantes, já que as drogas antirrejeição aumentam os riscos de se desenvolver problemas dermatológicos.

(Fonte da imagem: Daily Mail)

Segundo a professora Rhodes, mais testes relacionados aos efeitos prolongados do implante devem ser feitos antes que o produto chegue ao mercado. Até o momento, não há expectativa de quando o produto pode estar disponível para os consumidores interessados em se bronzear de forma mais fácil e prolongada.

Cupons de desconto TecMundo: