Depois de muita especulação, rumores absurdos e ansiedade dos usuários, o Snow Leopard, novo sistema operacional da Apple, resolveu dar as caras nas terras tupiniquins. Lançado oficialmente no dia 28 de Agosto, o SO foi disponibilizado no Brasil quase um mês depois. O preço consideravelmente acessível (R$79) fez com que muitos fãs da Apple comprassem o produto em pré venda em sites da venda da internet ou até mesmo em sites internacionais (onde a venda já estava liberada).

Por sua vez, a já conhecida pirataria também fez a sua parte, infestando a internet com versões pirateadas do sistema operacional. Assim, antes do final de setembro, já era grande o número de usuários que fizeram a atualização de seus Macs. Segundo pesquisas da Net Applications, empresa especializada em divulgar dados sobre o market share de sistemas operacionais e navegadores, o gatinho da neve já estava presente em 18% dos Macs antes do final de setembro.

Snow Leopard x Leopard


Nos fóruns e redes sociais, as opiniões divergem: enquanto alguns elogiam a rapidez do sistema e as pequenas pérolas visuais do Snow Leopard (conheça aqui as novidades do SO), outros enfrentam problemas com compatibilidade de software, erros na localização de periféricos, entre outros. Lendo tópicos, conversas e trocando ideias com usuários Mac, a equipe Baixaki traz para você a opinião de usuários que atualizaram seu Mac para o Snow Leopard. Será que vale realmente a pena instalar o Snow Leopard agora?

 

Instalação.


Há quem diga que o Snow Leopard não pode ser chamado de sistema operacional, pois não passa de uma simples atualização do Leopard. Tudo bem, as mudanças visuais do Mac OS X 10.6 podem ser contadas nos dedos, mas o grande lance do gatinho das neves está nas entranhas: o sistema está muito mais robusto e mais rápido. Pelo menos é o que diz a Apple. O processo de instalação é tão simples quanto o de uma atualização. Segundo a empresa de Cupertino, tudo o que você precisa fazer para migrar para o Snow Leopard é inserir o DVD, clicar no ícone de instalação e aguardar cerca de 45 minutos.

Este processo de instalação padrão foi adotado pela equipe Baixaki ao atualizar o sistema. Um backup de segurança, DVD no drive e um pouco mais de 40 minutos foram suficientes para atualizar o Mac. Aplicativos, ícones e arquivos: nada saiu do lugar. Foi apenas como se o Leopard tivesse crescido; se transformado.

Instalação.


Os mais céticos defendem a tese de que o Snow Leopard oferece um maior desempenho quando instalado "do zero". Ou seja, o usuário deve fazer um backup completíssimo, iniciar o Mac pelo DVD do Snow Leopard, ir até a ferramenta "Disk Utility" para formatar o disco rígido e só então instalar o sistema. Se feita desta forma, o SO não precisa lidar com possíveis resíduos de arquivos que possam ficar no caminho. Vale lembrar que a chamada "Clean Install" (instalação limpa) apaga todos os arquivos do seu Mac, portanto, é por sua conta e risco!

De modo geral, o processo de instalação está sendo muito elogiado pelos usuários, que economizam tempo e não precisam, obrigatoriamente, perder todos os seus arquivos e programas para atualizar. 45 minutos para operar as entranhas do seu Mac e mudar alguns aspectos do visual? Pois é, Cupertino acertou na instalação!

64-bit.


Uma das grandes novidades da Apple para o Mac OS X 10.6 foi adotar a tecnologia 64-bit, já suportada pelos processadores dos novos Macs. A diferença entre um sistema 32-bit e um 64-bit já foi explicada aqui no Baixaki, mas para quem não quer se aprofundar muito no assunto, uma palavra basta: rapidez. Com o Finder e outros programas reescritos em 64-bit, seu Mac tende a ficar muito mais rápido e a responder melhor às ações e tarefas.

Para que o software (no caso, o Snow Leopard), consiga trabalhar em 64-bit, é preciso que o processador ofereça o suporte correto. Todos os novos computadores Apple trazem processadores capazes, porém, os Macs mais antigos podem ficar fora dessa. Mas como saber se o processador do seu Mac funciona a 64-bit?

Atualizado.


Em termos gerais, os processadores Intel Core 2 Duo suportam a tecnologia 64-bit, enquanto o Intel Core Duo, não. Um detalhe que a Apple esqueceu de comentar é que os MacBooks branquinhos com o Intel Core 2 Duo não conseguem rodar o kernel do Snow Leopard em 64-bit, embora tirem máximo proveito dos aplicativos. Ou seja, o processador oferece o suporte à tecnologia 64-bit, mas o Snow Leopard só roda em 32-bit. Um pouco maluco, não?

Para quem não entendeu, abaixo segue uma captura do Monitor de atividades, que mostra o Snow Leopard em 32-bit, enquanto programas como o Finder rodam em 64-bit.

Finder em 64-bits.


Compatibilidade de software.

O Snow Leopard não difere tanto do Leopard em termos de arquiteturas para programas, apesar do novo suporte ao 64-bit. Por isso, é muito provável que a grande maioria dos seus aplicativos instalados funcione tanto em um quanto no outro. Porém, alguns softwares insistem em apresentar erros e se recusam a funcionar no Mac OS X 10.6.

Para esclarecer o status dos programas para Mac que funcionam no Snow Leopard, foi criada uma wiki que contém informações sobre diversos programas e se funcionam no 10.6. Claro, existem milhares de softwares para Mac e apenas uma pequena porcentagem deles está na lista, portanto, é muito provavel que programas pequenos, em sua maioria freewares, apresentem erros no Snow Leopard. Confira neste link a wiki completa.


Sabe-se que programas maiores, como é o caso do Adobe Photoshop CS3 e CS4 e do Adobe Dreamweaver, estão apresentando diversas falhas quando usados no Snow Leopard. Infelizmente, não há muito o que fazer sobre isso a não ser esperar por atualizações e um posicionamento da empresa desenvolvedora. 

Por isso, se você quer evitar problemas com qualquer um dos seus programas, é melhor esperar mais alguns meses para atualizar o Leopard. Assim, quando você decidir instalar o gatinho da neve, a grande maioria dos programas já estará adequada ao sistema operacional.



Atualizar ou não?


Feita a atualização, começam os vereditos. Para alguns, o Snow Leopard está muito mais rápido e estável, mostrando incrível agilidade ao iniciar, desligar ou reiniciar. O Apple Safari e o Apple Mail também apresentam notável rapidez em seu funcionamento. 

No entanto, para outros, o boot do sistema ficou mais lento, vários erros começaram a surgir e se arrependimento matasse...

Claro, o Snow Leopard acabou de ser lançado e está longe de ser perfeito, por isso, é comum que ocorram erros e problemas maiores ou menores. 

Assim como qualquer mudança, atualizar seu sistema é algo arriscado. Afinal, tudo aquilo que está funcionando perfeitamente no Leopard pode não funcionar tão bem assim no Snow Leopard.


Nossa experiência

Para a equipe do Baixaki, a atualização não foi tão positiva quanto o esperado. A conexão wireless, que até então funcionava perfeitamente, começou a desligar sem motivo algum, o tempo de inicialização do sistema aumentou e alguns aplicativos não se mostraram compatíveis, apresentando erros a toda hora. 



Fora estes problemas, o Snow Leopard se mostrou estável e programas como o iTunes e o Apple Mail estão realmente mais rápidos. As novidades visuais, tais como características do Exposé e os novos menus do Dock deixam o Mac ainda mais bonito. Mas cá entre nós, um ponto simples, mas maravilhoso da atualização é poder colocar a data na Barra de Menu, algo básico e que faz uma grande falta.



79 reais.


O Snow Leopard é vendido a R$79. Além de você não ter de se preocupar em baixar um SO pirateado e com problemas, você tem o DVD bonitinho e pronto para a instalação. Ah, de quebra você ainda leva dois adesivinhos da maçã! Pô, galera, piratear pra quê?



Apple.

O Snow Leopard está deixando sua garrinhas de fora e está louco para abocanhar a sua maçã. E então, vai encarar essa atualização ou prefere esperar mais um pouco?

Cupons de desconto TecMundo: