É bastante perceptível a diminuição de tamanho dos aparelhos eletrônicos nos últimos anos. Basta você se lembrar dos famosos celulares "tijolões" ou comparar o quão grande era o computador que você utilizava no início dos anos 2000 e olhar os que estão hoje no mercado, mais compactos e feitos para caber em praticamente qualquer lugar.

Um exemplo é o HP Pavilion Slimline, que diminuiu consideravelmente o espaço ocupado por computadores caseiros ao remover peças consideradas desnecessárias e deixando apenas o básico e necessário para o funcionamento do PC. Mas será que essa preocupação com o tamanho não retira elementos importantes, o que acaba por prejudicar o desempenho da máquina?

O portal Baixaki teve a oportunidade de testar o modelo s5220br da linha e analisou o desempenho da máquina, simulando os mais variados perfis de usuários. Confira as conclusões e descubra se este é o computador ideal para você.

Características
Slimline s5220brPara um usuário comum, que utiliza o computador apenas para ler emails, acessar a internet ou usar um programa ou jogo que exigem um pouco mais, o HP Pavilion Slimline s5220br impressiona.

O processador Intel Core 2 Duo E7500 de 2.93 GHz e os 4GB de memória RAM são perfeitos para rodar aplicativos leves e até mesmo alguns mais pesados, como o próprio Photoshop CS4, sem sofrer com lentidão.

Além disso, a capacidade de 500 GB do HD também é razoável, se considerarmos que o usuário não realiza tantos downloads nem instala uma infinidade de softwares.

Porém, quando o assunto são jogos ou qualquer outra atividade que necessite de uma maior capacidade gráfica, o computador deixa a desejar. Como a placa de vídeo do Slimline s5220br é uma Intel GMA 3100 já integrada à placa-mãe (as chamadas onboard), aplicativos que abusam de elementos visuais e gráficos, como jogos e até mesmos vídeos em alta definição, acabam exigindo demais do computador. Isso faz com que ele fique lento e dê pequenos travamentos – os conhecidos (e irritantes) lags, como são chamados em jogos.

O que isso significa na prática?

Com essa configuração, é possível perceber que o HP Pavilion Slimline s5220br é um bom computador doméstico, capaz de manter um desempenho satisfatório para usuários que utilizam o PC para atividades corriqueiras e leves.

Porém, caso seu interesse seja jogos ou programas que necessitem de uma placa de vídeo mais potente, esteja preparado para enfrentar travamentos e até mesmo dificuldade de instalação e execução.

Isso acontece porque a placa onboard (caso da Intel GMA 3100) compartilha a memória RAM do computador com o processador, o que gera uma queda de desempenho na hora de executar atividades mais pesadas que exijam mais da parte gráfica. Caso queira saber mais sobre o assunto, confira neste artigo do portal Baixaki.

Pequeno e prático  

A principal vantagem do tamanho reduzido deste modelo da HP é o fato de ocupar menos espaço do que um gabinete tradicional, o que permite colocá-lo praticamente em qualquer lugar. Mas de que adiantaria ser pequeno e não ser nem um pouco prático?

Felizmente, esse não é o caso do Slimline s5220br. Mesmo com tamanho diminuto (ele possui 31 cm de altura por 39 cm de comprimento), praticamente todos os botões e entradas são de fácil acesso, ou seja, você não precisa arrastar o computador para utilizar um cabo USB ou colocar o fone de ouvido.

Entradas frontais

A parte frontal deste modelo possui duas entradas USB 2.0, uma saída de áudio e um leitor de cartões. Além disso, possui um leitor e gravador de DVDs equipado com a tecnologia LightScribe, que permite ao usuário imprimir diretamente nos discos, sem a necessidade de etiquetas ou canetas especiais.

Para saber mais sobre a tecnologia LightScribe, leia mais neste artigo do portal Baixaki. O curioso é que, por ser um computador bastante estreito (o Slimline s5220br possui 11 cm de largura), o gravador é posicionado na vertical, o que dá um charme a mais para o gabinete.Parte traseira

Até mesmo o botão para ligar a máquina é posicionado estrategicamente. Por estar localizado na parte superior do gabinete e possuir uma coloração diferente do restante da máquina (ele é transparente, enquanto o PC é inteiramente preto), é perceptível a preocupação com a facilidade de pressioná-lo, sem que o usuário perca muito tempo tentando encontrar o botão.

Já na parte traseira, existem mais quatro entradas USB 2.0, uma  para conexão de rede Ethernet 10/100 BaseT, saída de vídeo VGA e duas entradas PS/2 para mouse e teclado, além de uma entrada e saída de áudio e microfone.

Algo bastante interessante é que, ao contrário do que acontece com a grande maioria dos produtos eletrônicos, a HP permite que você abra o seu PC sem perder a garantia. Com isso, você pode adicionar algum componente para melhorar o desempenho de sua máquina sem preocupação.

Compacto demais, coisas de menos

O maior desafio na hora de criar um computador do tamanho do Slimline s5220br é o espaço. Por possuir um gabinete menor do que o tradicional, é de se imaginar que alguns elementos e até mesmo recursos não estão presentes.

Ao ter o computador em mãos, já é possível notar a falta de entradas comuns (e úteis) como de modem, e até mesmo de slots disponíveis para adicionar novos componentes. Só existe um espaço destinado a uma placa PCI, que pode ser utilizado  para uma placa de vídeo mais potente.

Slimline s5220br aberto

Ao abrir o Slimline s5220br, os problemas da “compressão” tornam-se ainda mais visíveis. Tudo é encaixado de maneira muito precisa e existe pouco (ou nenhum) espaço para adicionar novas peças.

Com exceção de um segundo disco rígido, que possui um espaço separado e, portanto, mais fácil de adicionar, tudo exige muita paciência e até mesmo uma habilidade excepcional para instalar. É o caso do slot PCI Express x16, que disputa espaço com os cabos de energia.

Tudo muito compacto

Na página do produto, há a informação de que existem quatro slots PCI (uma Express x16, duas Express x1 e uma PCI simples), porém apenas três são visíveis e somente uma é bem localizada – a que pode ser destinada à placa de vídeo. O restante é posicionado de uma forma que impede sua utilização e, no caso da PCI simples, fica oculta pela fonte.

Até mesmo a memória sofre com a falta de espaço. Por mais que esteja visível e ao alcance das mãos, é praticamente uma tortura remover ou encaixar um pente novo e de maneira correta, já que o espaço destinado ao componente é situado logo abaixo do espaço para os HDs.

Faz parte do pacote

Teclas multimídiaAo adquirir o HP Pavilion Slimline s5220br, além do gabinete, o kit vem acompanhado de um teclado multimídia, um mouse óptico (ambos com entrada USB) e um conjunto de alto-falantes estéreo.

O teclado é bastante confortável e fácil de ser utilizado, além de bastante bonito. As teclas multimídias servem tanto para controlar o volume do áudio (ou retirá-lo de vez) quanto para administrar sua lista de execução.

O único ponto negativo é o design e a posição de alguns botões no lado direito do periférico. A tecla Delete é maior do que as demais, o que força outras funções a serem realocadas. O usuário acostumado com teclados tradicionais pode acabar ficando confuso no início e perder alguns segundos para encontrar a nova posição do Print Screen, por exemplo.

Tanto o mouse quanto as caixas de som não possuem nenhuma peculiaridade, seja na aparência ou em funcionalidade e ambos podem ser utilizados sem nenhum problema para atividades corriqueiras.

A alma do PC

Já no quesito software, o HP Pavilion Slimline s5220br é bem equipado. O grande destaque é para o sistema operacional, já que o computador vem com o Windows 7 Home Premium instalado em versão 64 bits.

Além disso, o PC também possui Windows Media Player 12, Internet Explorer 8 e Microsoft Works em suas versões completas. E o usuário ainda pode utilizar por 30 dias as versões para teste do Microsoft Office 2007 Home and Student e do antivírus Norton Internet Security 2009.

PC Dock

Há também programas pré-instalados da própria HP, como o HP MediaSmart, que permite administrar arquivos multimídia através de uma interface muito bonita (porém pouco prática, já que esconde todos os outros aplicativos que estão sendo utilizados); e o HP Advisor, que contém uma série de pequenos softwares de suporte para manter seu computador sempre nas melhores condições de uso.

Todos esses recursos estão disponíveis na chamada PC Dock, uma barra de atalhos presente na Área de Trabalho que facilita o acesso aos programas mais utilizados e que você pode personalizar da maneira que lhe agrade.

Desempenho

E aqui chegamos à parte mais importante de toda esta análise: descobrir se o computador possui um bom desempenho de acordo com seu perfil de uso. Afinal, de que adianta ter um computador com tudo que foi descrito até agora se ele não é capaz de acompanhar seu ritmo, não é mesmo?

Indicação de desempenho do Windows 7

Como você, usuário, deve imaginar, todos os computadores utilizados pelo portal Baixaki são diariamente submetidos a uma estressante rotina de instalação e desinstalação de programas dos mais variados tipos. De certa forma isso é bom para analisar até que ponto o PC é capaz de suportá-los, e a partir disso podemos ter uma ideia de perfis para quais esta máquina é indicada.

No caso da HP Pavilion Slimline s5220br, o rendimento para uso doméstico é bastante positivo, já que tanto o processador de núcleo duplo quanto os 4 GB de memória RAM evitam que o computador sobrecarregue e fique lento.

O único fato curioso é que, mesmo com toda essa configuração, o modelo dá pequenas travadas nas músicas ao utilizar o Windows Media Player em conjunto com outros programas, como o Firefox e Windows Live Messenger.

Para uso em escritório ou até mesmo para quem gosta de forçar um pouco mais, foram testados dois programas bastante populares: Google Earth e Adobe Photoshop CS4. 

Photoshop CS4Com o primeiro, a visualização de localidades acontecia com fluidez e mesmo uma mudança brusca de distância não travou o programa, que carregou as imagens a uma velocidade consideravelmente boa. Até mesmo o simulador de voo do Google Earth funcionou perfeitamente e sem nenhum empecilho.

No Adobe Photoshop CS4, o bom rendimento repetiu-se. As imagens eram carregadas rapidamente e até figuras de grande resolução não demoravam a ser exibidas, apesar de demorarem um pouco mais ao abusar dos filtros, mas ainda dentro do aceitável.

Ao utilizar o Adobe Bridge CS4, programa que acompanha o Photoshop e serve como gerenciador de imagens, houve uma queda na velocidade do computador, nada comprometedor, mas indica já serviu como alerta para saber até onde o PC aguentaria.

O calcanhar de Aquiles

Lembra-se de que o maior problema nas configurações do Slimline s5220br era sua placa de vídeo onboard? Se na teoria ela deixava a desejar, na hora de testá-la o resultado é ainda mais triste.

Embora a grande maioria dos vídeos funcione sem qualquer tipo de problema, o computador já demonstra instabilidade ao executar um filme em alta definição. O trailer do jogo Lost Planet possui a resolução de 1280x720 pixels a uma taxa de 59 frames por segundo e foi exibido de maneira ideal.

Left 4 Dead: lag insuportávelPorém, ao utilizar qualquer outro programa simultaneamente, as sequências começam a dar pequenas travadas e a exigir demais do PC (o medidor de utilização do processador indicou picos de 96%).

Na parte de jogos, outra derrota. O Slimline s5220br mostrou-se incapaz de rodar um game pesado como Left 4 Dead. Independente das configurações utilizadas, o lag enfrentado durante as partidas era incrível.

Por mais que tente mover o personagem, o máximo que você consegue é ter a sensação de que ele se teletransportou para um lugar que você não queria e logo já estava sendo atacado por zumbis. E fim de jogo.

Já o FPS (First person shooter, ou atirador em primeira pessoa) Timeshift, que necessita de uma placa de vídeo de 128 MB para funcionar, sequer abriu. Mesmo depois de instalado, o game simplesmente não executava.

Games mais simples, como The Sims 3, conseguem ser executados  normalmente, já que ele se autoconfigura com propriedades mínimas de vídeo. Ao maximizá-las, o jogo fica um pouco mais lento, mas nada prejudicial.

Preços
É possível encontrar o kit simples do HP Pavilion Slimline s5220br, com o gabinete e os demais periféricos, com valores entre R$ 1.450e R$ 1.600. Mas se você prefere já comprar o computador com um monitor, prepare-se para desembolsar um pouco mais.

Em pesquisa realizada em lojas virtuais, este modelo da HP em conjunto com um monitor de 17” da mesma marca é vendido por pouco mais de R$ 1.900, enquanto um com tela de 23” chega a ultrapassar R$ 2.300.

Se o valor compensa ou não, fica a seu critério avaliar, assim como se o Slimline s5220br atende às suas necessidades. Você pode comparar, a partir de nossa análise, qual será o desempenho obtido para seu perfil de uso.

Para ter uma noção melhor de preços e saber se está dentro de seu orçamento, você pode basear-se neste guia de compras feito pelo portal Baixaki e conferir os mais diferentes modelos, configurações e valores.

Cupons de desconto TecMundo: