São 12,2 megapixel, um pacote bastante completo de funções e um formato pensado para quem quer ter sua câmera sempre consigo, sem incômodos. A Samsung ST 45 é uma câmera recomendada para quem quer versatilidade tanto para fotografar quanto para fazer vídeos curtos, de no máximo 20 minutos.

Além de todas as facilidades onipresentes no mercado de câmeras digitais compactas, a ST 45 oferece uma série de modos inteligentes de utilização para que todo fotógrafo – independente de conhecimento ou prática – consiga bons resultados. Claro que cuidado e bom senso imperam e a câmera não resolve tudo sozinha, mas o equipamento dá uma bela ajuda.

Samsung ST 45

Naturalmente, todos os recursos oferecidos na ST 45 têm um custo, colocando a câmera na faixa média de preço com a etiqueta mostrando valores entre R$ 699 até R$ 799. Não é das mais baratas, mas o preço compensa em vista da quantidade de vantagens entregues no pacote. Zoom ótico de 3x, estabilização de imagem por software, vários programas de utilização, reconhecimento facial, beauty mode e um sistema inteligente de álbuns dentro da câmera são apenas alguns dos pontos altos da ST 45.

Especificações

Especificações técnicas da Samsung ST 45

Primeiro contato

Sem grandes mistérios - como deve ser em uma câmera compacta -, a caixa da Samsung ST 45 entrega sem rodeios o que interessa. Logo após a burocracia – manual de instruções rápidas, CD de instalação e termo de garantia – a câmera se mostra muito bem protegida por um envelope plástico. Os acessórios estão embaixo do cartonado que divide a caixa.

Para os mais afobadinhos recomenda-se, logo ao tirar a câmera da embalagem, colocar a alça de segurança. Feito isso, é só sair e fotografar. Na câmera de testes a bateria já veio carregada, e na caixa havia um cartão de memória SD com 2 GB de capacidade.

Na mão

Depois de desencaixotar a ST 45, a primeira impressão é “isso vai quebrar na minha mão”. Leve e muito pequena, a câmera parece frágil com pouco mais de 17 mm no seu ponto mais espesso. Porém a caixa de alumínio é bastante sólida, e as ranhuras que decoram a parte frontal do equipamento aumentam sua resistência mecânica.

Essa padronagem também é responsável por um belo efeito ótico ao se observar a câmera e – principalmente – por impedir, ou pelo menos esconder muito bem, riscos na pintura. Além do modelo cinza que foi testado, a ST 45 está disponível nas cores preta, azul e vermelha.

Samsung ST 45  Samsung ST 45Samsung ST 45Samsung ST 45

Em termos de ergonomia, os controles não são os mais confortáveis, mas estão longe de serem ruins. Enquanto os botões superiores – disparador, liga/desliga e smart – são fáceis de acionar, a maioria dos controles no painel traseiro são pequenos e bastante próximos, dificultando um pouco o acesso a algumas funções, especialmente para quem tem mãos grandes. A exceção é o seletor entre modo vídeo e modo foto, um botão deslizante localizado no alto do painel traseiro. O zoom é alterado por um anel em torno do disparador, como em quase todas as câmeras compactas do mercado, e responde bem à utilização.

Samsung ST 45A tela LCD de 2,7 polegadas ocupa praticamente todo o painel traseiro – provável motivo da aglomeração e do tamanho reduzido dos botões – e tem resolução QVGA. Além disso, um sensor analisa a iluminação do ambiente para adaptar o brilho da tela, permitindo assim a visualização ideal das imagens no LCD.

O conjunto da câmera é visualmente muito bonito e bastante funcional. Desde a atenção aos detalhes, como as ranhuras no painel frontal – que além do já comentado, também aumentam a segurança na empunhadura – até as bordas do LCD e do conjunto ótico, e a preocupação com a usabilidade dos controles essenciais – disparador, zoom e seleção de modo automático.

Mesmo o problema do tamanho dos botões traseiros não chega a comprometer o uso, já que a câmera foi pensada para funcionar nos Smart Modes, deixando para esses controles as funções secundárias ou de visualização. Nessas situações, o acesso imediato a um comando não é crítico, contrabalançando assim a dificuldade de uso.

Software

A ST 45 é controlado pelo sistema proprietário da Samsung, conhecido como Master, e apresenta um desempenho digno para uma câmera amadora. A inicialização do equipamento é bastante ágil – tanto em termos de sistema quando na liberação da lente – e permite começar a fotografar em frações de segundo a partir do toque no botão de ligar.

O LCD apresenta informações sobre a configuração da câmera durante toda a utilização, inclusive exibindo configurações que não são alteradas pelo usuário – velocidade de exposição e abertura, por exemplo – além do modo de disparo. Quando funcionando sob os Smart Modes, um ícone verde aparece na lateral esquerda superior da tela, mostrando o modo selecionado pela câmera para aquele quadro.

Facilidades

A ST 45 apresenta uma série de recursos tecnológicos inovadores – e outros nem tanto – para facilitar a vida do fotógrafo. Além de acelerar o processo da captura da imagem e tentar garantir a qualidade de cada quadro – seja de filme ou foto –, a câmera também tem sistemas internos para agilizar a navegação na galeria de imagens.

Smart Modes

Os Smart Modes – já comentados brevemente no texto – são basicamente os modos de cena que você encontra em qualquer câmera digital, da mais simples compacta até a mais avançada dSLR. Cada modo de cena é uma pré-definição que permite ajustes automáticos nas configurações da câmera, adaptando o sistema para capturar fotos de esporte, imagens noturnas, retratos, paisagens e diversos outros temas comuns da fotografia. Na ST 45 você acessá-los de duas formas: a primeira é a comum – selecionando o modo desejado em um menu – e a segunda é a grande inovação da câmera, o Smart Mode.

Smart Modes - Macro

Esse sistema faz com que a câmera, ao analisar o enquadramento feito, escolha qual dos modos pré-configurados é o mais recomendado para aquela foto. Com isso, o fotógrafo ganha agilidade por não precisar acessar menus ou girar dials para encontrar o modo de cena ideal.

Nos testes a função se apresentou confiável durante quase todo o tempo, porém algumas paisagens foram registradas como retrato, algo compreensível devido aos formatos encontrados nas estruturas fotografadas.

Alta sensibilidade

Uma das primeiras compactas a ultrapassar o “limite” de ISO 1600, a ST 45 oferece a opção de alta sensibilidade, contando com ISO 3200. Entretanto existe uma perda de qualidade significativa na imagem final. Além do ruído característico de imagens com ISO alto, o próprio software da câmera só habilita a sensibilidade máxima em fotos de até 3 megapixel.

Estabilização de imagem

Através de leituras recorrentes da imagem no sensor, a câmera consegue diminuir vibrações e tremores no momento do disparo. Com isso, fotógrafos com o pulso um pouco menos firme ou em movimento podem obter imagens sem os borrões característicos das fotos tremidas.

Guia de enquadramento

Como suas características principais envolvem a portabilidade e a versatilidade, a ST 45 se presta muito bem ao papel de câmera para viagens. Pensando nisso, a Samsung incluiu na programação um modo de disparo para facilitar a foto tirada por um terceiro, não necessariamente envolvido no momento a ser representado.

Com o guia de enquadramento você faz uma foto que servirá de base para a foto final. No visor esta foto será sobreposta à imagem visualizada pelo guarda, transeunte ou qualquer outra pessoa que aceite a famosa proposta “tira uma foto de mim?”, tão ouvida nas proximidades de marcos turísticos. Assim o enquadramento da foto final será o mesmo – ou muito próximo – daquele desejado por quem vai guardar a imagem.

Cenário fotografado graças ao guia de enquadramento

Um outro uso para esta ferramenta é a infelizmente clássica “foto bracinho”, em que o próprio fotógrafo segura a câmera – apontada para si – e dispara o obturador. É bem comum essas fotos saírem com um enquadramento estranho, e o guia de enquadramento – ao só disparar quando as imagens estão sobrepostas com uma margem mínima de diferença – possibilita um resultado um pouco melhor.

No teste o guia de enquadramento se comportou com excelência. Infelizmente, apenas o resultado final é guardado, não sendo possível então mostrar a sobreposição das duas imagens.

Beauty Shot

Beauty ShotUm dos temas favoritos de todos os fotógrafos –amadores ou profissionais – são as pessoas. Alguns gostam de fotografar na rua, congelando o dia a dia dos anônimos pela cidade, enquanto outros preferem retratos, tentando através da fotografia descobrir mais sobre cada pessoa.

Quem faz parte desse segundo grupo sabe que as câmeras digitais – principalmente as compactas – têm certa dificuldade em captar tons de pele corretamente. Enquanto profissionais dispõem de equipamentos de iluminação, lentes e processadores mais avançados, os fotógrafos amadores costumam penar durante horas tratando as imagens para conseguir resultados fiéis.

A ST 45 traz um sistema de tratamento interno das fotografias para aproximar um pouco mais – e agilizar o processamento posterior das fotos – através da função Beauty Shot. Literalmente, o retrato de beleza filtra a imagem, como se fosse um efeito do Photoshop, corrigindo a cor e amenizando pequenas imperfeições da pele .

Como todo processamento feito automaticamente, o Beauty Shot não é perfeito. Na maioria dos casos ele apresenta resultados satisfatórios, mas, dependendo das características da pele e rosto da pessoa fotografada, pode ocasionar um desfocado exagerado, fruto da ferramenta de correção de imperfeições. Para minimizar o problema, a função conta com diversos níveis que podem ser regulados no menu da câmera.

Funcionando em paralelo ao Beauty Shot, a ST 45 também oferece sistemas de reconhecimento facial, smile-shutter, redução de olhos vermelhos e uma novidade: a função olhos abertos. Através dela, quando você fotografar um grupo de pessoas, a câmera fará diversos disparos, caso perceba que alguém piscou na “hora H”, garantindo assim o retrato da família.

Modo “manual”

Caso você prefira, é possível desabilitar os Smart Modes com um simples toque no botão localizado na parte superior da máquina, próximo ao botão de liga/desliga. A partir desse ponto você estará em território bem mais familiar, acessando menus e apertando botões para conseguir o que deseja.

 Controles no topo da ST 45

As aspas no título desta seção se referem a não existência de um modo manual de verdade em que você possa regular manualmente as configurações de disparo, como velocidade e abertura. Porém, através dos menus é possível acessar todas as configurações dos Smart Modes, com algumas opções a mais – principalmente relativas à qualidade de imagem.

A navegação entre as várias entradas de menu é tranquila, com os ícones das funções dispostos em uma coluna e acessados através das direções verticais do botão direcional ao lado do LCD. A alteração de configurações dentro de cada função é feita pelas direções horizontais do mesmo controle.

Vídeo

As funções de filmagem da ST 45 são acessadas com a mudança de posição da chave traseira. Assim como para fotografar, existem opções automáticas e manuais, porém bem menos variadas.

Além disso, durante a gravação, a visualização do vídeo no LCD é estranha, parecendo ser de baixa resolução e com o movimento truncado. Infelizmente – talvez por conta de alguma configuração que não foi alterada corretamente – o resultado do vídeo no monitor não é muito melhor. O movimento, como você pode ver abaixo, ficou estranho e um pouco entrecortado . Pelo menos a resolução acompanha o monitor, e a qualidade da imagem é muito boa.

Outro problema encontrado durante a filmagem foi com o áudio. Além de o microfone ser apenas mono - ou seja, sem condições de gravar som estéreo - o volume do som é em vários casos inaudível, ainda que gravado em situações normais, sem grandes avenidas ou barulho excessivo nas filmagens. Mesmo mexendo nas configurações e vasculhando os menus, isso não foi resolvido durante o período de testes.

Visualização

Um dos grandes destaques da câmera é a facilidade com que você encontra fotos e vídeos no álbum de visualização. O sistema se aproveita das predefinições de captura - Beauty Shot, paisagem, macro etc - para gerar álbuns temáticos.

Samsung ST 45

Por exemplo, para ver apenas os retratos e os vídeos filmados sob determinado modo de cena, basta selecionar o álbum que inclui esses modos e a própria câmera filtra os resultados que exibirá na galeria.

Sobre o vídeo, não é possível dizer se as falhas de movimento truncado durante a visualização são causadas pela própria captura ou sofrem por causa influência do visor LCD, uma vez que os vídeos apresentam esse tipo de problema desde a captura.

Vale a pena?

O mercado das câmeras compactas é provavelmente o mais voraz e confuso que existe dentro do mundo da fotografia. Com milhares de modelos, marcas e especificações diferentes disponíveis e variações enormes de preço entre equipamentos muitas vezes semelhantes, é difícil escolher uma máquina realmente adaptada ao seu uso.

Mesmo quando uma câmera não assume as posições de destaque, muitas vezes ela é um equipamento indicado para determinados usos, e esse é o caso da ST 45. Apesar dos pequenos problemas no vídeo – provavelmente derivados de alguma dificuldade de ajuste no menu de configurações – a performance da máquina é muito boa, e oferece fotografias de excelente qualidade.

Especialmente indicada para quem pretende ter uma câmera sempre consigo sem precisar sofrer por conta disso, a Samsung ST 45 também se apresenta como uma ótima opção como câmera de viagem por ocupar pouco espaço, ser muito leve e apresentar uma série de funções que facilitam a obtenção de todos os tipos de fotografia.

Cupons de desconto TecMundo: