Famílias de baixa renda poderão receber conversores digitais gratuitamente. (Fonte da imagem: Reprodução/DTV)

Acelerar o desenvolvimento do 4G no Brasil não parece ser o único dos objetivos do Ministério das Comunicações. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ministro Paulo Bernardo revelou o interesse de popularizar também o acesso à TV digital, acabando de uma vez por todas com a TV analógica.

Uma das propostas elaboradas pelo ministério é a doação de conversores digitais às famílias atendidas pelo Bolsa Família. Segundo Bernardo, no momento o Ministério das Comunicações faz estudos de viabilidade do projeto, que informalmente está sendo chamado de “bolsa novela”, de forma que a proposta possa ser formalizada e enviada à presidente Dilma Rousseff.

Um conversor digital custa hoje cerca de R$ 100. Deste valor, 25% são tributos federais e estaduais. Por conta disso, a ideia é desonerar a carga tributária que incide sobre os produtos ou ainda bancar parte ou mesmo toda a aparelhagem para as famílias que não tenham condições de adquiri-lo.

A ideia está em discussão em razão dos preparativos para o leilão da faixa de frequência de 700 MHz, atualmente ocupada pela TV analógica. Com as mudanças, essa faixa passaria às operadoras de telefonia, para que elas possam implantar o 4G. Isso colocaria um fim às TVs analógicas, restando apenas o sinal de TV digital no país. 

Cupons de desconto TecMundo: