(Fonte da imagem: Reprodução/TechCrunch)

No começo de abril, foram divulgadas informações de supostos slides vazados de dentro da Google que falavam do Android Silver, um novo serviço de suporte da empresa disponível para os dispositivos mais avançados com seu sistema operacional. Segundo fontes do The Information, a Gigante das buscas pretende acabar com a linha Nexus e substituí-la por um conjunto de celulares high-end que fariam parte do projeto.

A mudança é ao mesmo tempo expansiva e cara, já que parece que a Google planeja gastar bastante para promover esses dispositivos nas lojas das operadoras e por meio de propaganda. Em essência, isso significa que a empresa vai passar a subsidiar os custos de desenvolvimento e marketing para os seus parceiros de hardware – e talvez até auxiliá-los a integrar recursos como reconhecimento de voz e resistência a água.

Em troca dessa nova contribuição, a Google ganha um controle maior sobre o software que vai sair nos smartphones selecionados. A ideia é que a companhia possa limpar os infames “engordawares” que as outras empresas costumam colocar nos celulares, além de garantir atualizações mais rápidas e confiáveis e introduzir um padrão real e consistente à experiência dos usuários em todos os dispositivos Android Silver.

Para todos os gostos

(Fonte da imagem: Reprodução/9to5Google)

Entre as candidatas mais prováveis para fazer parte do projeto estão a LG e a Motorola. Já companhias como Samsung, HTC e Sony provavelmente vão necessitar de uma boa dose de convencimento por parte da Gigante das buscas. Ainda assim, essas três empresas já oferecem versões Google Play dos seus principais celulares, o que atualmente é o que há de mais parecido com a ideia que temos de um gadget Android Silver.

As informações divulgadas apontam que o programa estaria limitado a cinco modelos de aparelhos com a marca Silver de cada vez, todos trazendo uma versão quase pura do sistema operacional. Além disso, há indícios de que eles contariam com recursos como suporte 24 horas por dia por meio do Hangouts (no estilo do Mayday, da Amazon) e apps para evitar perder o gadget, entre outras coisas.

Marcando presença

(Fonte da imagem: Reprodução/DroidLife)

O desejo da Gigante das buscas de se reafirmar nos smartphones premium já se tornou evidente nos primeiros celulares top de linha que saíram este ano, com os dizeres “Powered by Android” (algo como “Movido por Android”) aparecendo nas animações de inicialização do HTC One e do Galaxy S5. Além disso, há boatos de que a Google teria conversado com a Samsung para tentar controlar as customizações da empresa no começo do ano.

Agora, a companhia de Mountain View parece planejar gastar até US$ 1 bilhão para convencer as fabricantes a entrar na onda. As informações divulgadas apontam que o Android Silver vai ser inicialmente voltado apenas para os Estados Unidos, a Alemanha e o Japão, com quiosques desenvolvidos pela própria Google mostrando os aparelhos com o software dentro das lojas. Os mercados emergentes devem receber sua versão do projeto algum tempo depois.

Com o programa Android Silver mirando os smartphones high-end, a única dúvida que resta é o que vai acontecer com o mercado intermediário após o fim da linha Nexus, o que os rumores indicam que só deve acontecer em 2015 – portanto podem ficar tranquilos, já que ao menos o Nexus 6 ainda deve ser lançado. 

Cupons de desconto TecMundo: