O sonho de todo usuário de smartphone é um aplicativo que faça exatamente o que ele quer. A realidade é bastante diferente. O usuário tem que se contentar com aplicativos desenvolvidos por terceiros, e muitas vezes programas específicos possuem apenas versões pagas nas lojas de apps dos desenvolvedores.

Usuários do sistema operacional Android em smartphones e tablets estão um passo mais próximos de se libertarem desse paradigma. A Google está desenvolvendo há algum tempo uma interface visual para permitir que qualquer um possa programar seus próprios aplicativos, mesmo sem saber construir linhas de código e compilar programas de qualquer forma. A solução é chamada App Inventor, e está disponível sob requisição para participação na fase Beta da ferramenta.

O conjunto é composto por duas seções: o App Inventor Designer e o App Inventor Blocks Editor, cada uma com uma função específica.

O App Inventor Designer

AmpliarTela inicial dos projetos do Google App Inventor. (Fonte da imagem: Reprodução/Google)

O Designer é a tela inicial de um projeto. É aqui que você desenha seu aplicativo, escolhendo a posição dos botões e imagens, inserindo fotos, droplists, checkboxes e outros componentes disponíveis para a construção de um programa. Ele é dividido em quatro colunas.

Paleta

A primeira coluna, chamada de “Palette” (Paleta),é onde ficam todos os componentes utilizáveis num aplicativo. Esta paleta é dividida em seções para facilitar a localização dos componentes, que vão dos básicos (botões, imagens e textos) até uma seção exclusiva para integração com ferramentas de Lego Mindstorms (uma divisão daquela brincadeira de montar pecinhas que adiciona sensores, motores e processadores aos robôs construídos).

Para utilizar um desses componentes basta clicar sobre ele e arrastar para cima da segunda coluna, chamada “Viewer” (Visualizador).

Visualizador

Na coluna “Viewer, o usuário pode organizar cada um de seus objetos, montando o aplicativo como ele deve ser. Uma janela de exibição simula a tela de um smartphone com o sistema operacional Android, apresentando uma versão próxima da final ao programador, à medida que ele organiza o espaço de uso do programa.

Todos os itens adicionados da “Palette” ao “Viewer” são apresentados na terceira coluna, chamada de “Components” (Componentes).

Edição dos nomes dos componentes facilita a programação. (Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Componentes

AmpliarNa coluna de componentes, ficam armazenados todos os itens adicionados, sejam eles visíveis ou não na tela do programa. Dessa forma, fica muito mais simples selecionar cada objeto, pois eles estão listados de forma ordenada e acessível.

Aqui também é possível renomear cada item. Assim, você pode chamar os componentes por nomes que façam sentido para o seu projeto. É muito mais fácil encontrar cada coisa se você mesmo criar um nome específico para ela, Como “botão de som” em vez de “Button1”.

É possível também inserir arquivos de mídia pela terceira coluna. Clicando no botão “Adicionar” (Add) você importa sons, fotos e vídeos do seu computador para o servidor do App Inventor, e eles ficam disponíveis para que você possa usar no projeto.

Clicar sobre qualquer um dos itens da lista na coluna “Components” permite que você possa editar seus detalhes na quarta coluna, chamada de “Properties” (Propriedades).

Propriedades

Esta é a coluna mais importante do App Inventor Designer, já que aqui você pode definir os tamanhos e conteúdos dos textos de botões e caixas de informação, tamanho das imagens, cores de fundo e largura e altura de objetos. Essas e muitas outras configurações são aplicadas instantaneamente na tela da coluna “Viewer”, permitindo que você tenha sempre uma ótima ideia de onde e o que está mudando em seu programa.

Uma vez que seu programa esteja parcialmente montado, é hora de começar a atribuir funções a cada um dos componentes que você selecionou. Para isso é preciso clicar no botão “Open Blocks Editor” (Abrir Editor de Blocos), que o levará para uma nova tela.