Prepare-se para um 2019 repleto de smartphones Android equipados com 10 GB de memória RAM — ao menos é esse o caminho apontado por “fontes de indústria” citadas pelo site DigiTimes. Segundo a publicação, essas fontes anônimas acreditam que a dezena de gigabytes de RAM se tornará uma especificação comum neste ano, com diversas marcas abraçando a ideia.

De acordo com a reportagem, as fontes do setor acreditam que a evolução dos demais componentes seguirá estratégias mais específicas de cada fabricante. Mas e para que tanta memória? Segundo algumas empresas, a ideia seria oferecer mais hardware para garantir o funcionamento de recursos avançados como inteligência artificial e múltiplas câmeras.

Ainda conforme a publicação, é “improvável” que haja um aumento substancial da demanda de memórias DRAM neste ano, algo que deve acontecer somente a partir de 2020. Tratando sobre o ritmo de troca de aparelhos pelos consumidores, as fontes da indústria afirmaram que ele deve seguir lento e no aguardo da chegada de fato dos aparelhos com 5G.

Vale lembrar que companhias como Xiaomi e OnePlus são algumas das que já lançaram aparelhos com 10 GB de RAM, enquanto a Lenovo atropelou esse número e já lançou um modelo com 12 GB de RAM. Então, diante das apostas mais recentes, esses números se tornarão um padrão ao longo dos próximos meses.