Ming-Chi Kuo, analista da TF Industries, comentou sobre uma queda nas estimativas de produção sobre o novo smartphone da Apple, o iPhone XR. Kuo indicou uma queda de 100 milhões de unidades para 70 milhões.

O analista ainda afirmou que o XR é muito caro e os consumidores devem esperar uma versão mais barata

De acordo com o analista, essa queda reflete a “confiança negativa do consumidor por causa da guerra comercial” envolvendo a competição, principalmente o Huawei Mate 20, voltado para mercados emergentes. Ainda, consumidores que desejam um aparelho com sistema de câmera dupla também derrubaram esses números.

Em entregas totais, Kuo também acredita que a Apple registrará um declínio “ano-a-ano" sobre iPhones ao final do primeiro trimestre de 2019. Dessa maneira, a Maçã ficará entre 47 e 52 milhões de aparelhos vendidos, abaixo dos 52 milhões vendidos no primeiro trimestre de 2018.

O analista ainda afirmou que o XR é muito caro e os consumidores devem esperar uma versão mais barata do mesmo smartphone no futuro — ou também uma versão mais atualizada, com bordas mais finas e módulo de câmera dupla.