Estudo: mosquitos com vírus da dengue são mais agressivos e picam mais

1 min de leitura
Imagem de: Estudo: mosquitos com vírus da dengue são mais agressivos e picam mais
Imagem: Pxhere
Avatar do autor

Uma pesquisa publicada na semana passada (18), na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), sobre a epidemiologia do vírus da dengue (|DENV) fez uma descoberta da qual cientistas já desconfiavam, mas não haviam provado ainda. Para os autores, os mosquitos infectados pela dengue, e que se tornam vetores, passam a ser mais agressivos com mamíferos e picam com mais frequência, o que aumenta a transmissibilidade.

Desenvolvido por pesquisadores da Duke-NUS Medical School, do Instituto Francês de Pesquisa para o Desenvolvimento Sustentável (IRD) e da Universidade de Montpellier, na França, o estudo foi feito com base em uma abordagem multidisciplinar. A metodologia envolveu monitoramento da alimentação por sangue através de vídeos de alta resolução, depois analisados por um software de computador.

Foram então segregados os diferentes elementos do comportamento da fêmea do Aedes aegypti e também os diversos padrões de picada. Comparados os dados obtidos de vídeos de mosquitos infectados com os não infectados pela dengue, a observação mostrou que o vírus aumenta a atração do mosquito por seu hospedeiro porque reduz a eficiência da sua picada, obrigando-o a picar mais vezes para obter a mesma quantidade de sangue.

Metodologia usada para a relação entre aumento de picadas e transmissibilidade

Técnicas e processo empregados na pesquisa. (Fonte: Pompon et al./PNAS/Divulgação.)Técnicas e processo empregados na pesquisa. (Fonte: Pompon et al./PNAS/Divulgação.)Fonte:  Pompon et al. 

Para testar de que forma o aumento da quantidade de picadas influencia a transmissão do DENV ao hospedeiro, camundongos imunocompetentes (com sistema imune normal) foram pungidos sucessivamente com sondas curtas, o que resultou em múltiplas transmissões do vírus.

Finalmente, para comprovar como as alterações comportamentais induzidas pelo DENV aceleraram as buscas dos vetores por hospedeiros e o aumento das picadas, usou-se um modelo matemático para integrar esses dados. Os cálculos mostraram que, de acordo com a taxa de reprodução, o número de hospedeiros picados por mosquitos infectados por DENV triplicou. Veja abaixo o vídeo sobre o comportamento da fêmea do mosquito da dengue.

ARTIGO PNAS: doi.org/10.1073/pnas.2117589119