Rússia se prepara para gravar primeiro filme no espaço em outubro

2 min de leitura
Imagem de: Rússia se prepara para gravar primeiro filme no espaço em outubro
Avatar do autor

A Rússia definitivamente largou na frente na disputa sobre que país será capaz de gravar o primeiro filme no espaço. A decolagem da equipe que fará uma filmagem inédita na Estação Espacial Internacional está marcada para 5 de outubro de 2021.

Segundo a agência espacial russa, a Roscosmos, o foguete Soyuz-2.1a e o módulo tripulado Soyuz MS-19 estão prontos para uso no cosmódromo de Baikonur, que fica no Cazaquistão.

Yulia, Anton e Klim em coletiva de imprensaYulia, Anton e Klim em coletiva de imprensaFonte:  Roscosmos 

Além da atriz Yulia Peresild e o diretor Klim Shipenko, a missão inclui um tripulante veterano: o cosmonauta Anton Shkaplerov, que serve como comandante da missão ISS-66. A dupla de cineastas vai gravar "Challenge", o primeiro filme com materiais rodados no espaço, uma produção chamada pela Roscosmos de "um projeto científico e educacional".

Na última segunda-feira (27), a imprensa acompanhou um dia de treinamento e uma sessão de fotos dos futuros passageiros da Soyuz MS-19. A missão vai durar até o dia 17 de outubro, quando Yulia e Klim retornarem à Terra em outra nave Soyuz acompanhados de um cosmonauta diferente.

Um trio reserva também está preparado para o caso de eventuais problemas com um dos passageiros antes da descolagem

Corrida cinematográfica

Não há muitos detalhes sobre "Challenge". A produção é uma parceria entre o estúdio russo Yellow, Black and White, além da emissora Channel One e a própria Roscosmos. Na trama, Peresild vive uma médica que nunca pensou em ir ao espaço, mas precisa participar de uma missão para salvar a vida de um cosmonauta.

A divulgação do elenco de "Challenge" começou em maio de 2021 e, dois meses depois, o equipamento de filmagem foi enviado com sucesso para a ISS.

A data próxima significa que os Estados Unidos perderam essa etapa da corrida espacial: um projeto de Hollywood envolvendo o astro Tom Cruise (da franquia Missão Impossível) foi confirmado ainda em 2020 pela própria NASA. Entretanto, embora a previsão fosse de uma decolagem ainda este ano, novos detalhes não foram divulgados.

Trânsito no espaço

A ideia original era que Cruise pegasse uma "carona" em uma das viagens de turismo espacial da SpaceX, a empresa de exploração espacial de Elon Musk, mas não se sabe se esses planos ainda estão mantidos.

Recentemente, a companhia realizou com sucesso a missão Inspiration4, a primeira composta totalmente por civis em sua categoria, que realizou um voo livre ao redor da Terra por aproximadamente três dias.

A equipe da Inspiration4 de volta à Terra com segurançaA equipe da Inspiration4 de volta à Terra com segurançaFonte:  SpaceX 

Além da SpaceX, a Blue Origin, fundada por Jeff Bezos, também já realiza voos espaciais — mesmo que por enquanto apenas na modalidade turística e a uma altitude limitada. William Shatner, o lendário capitão Kirk de Star Trek, pode ser um dos próximos passageiros da empresa.

Outra empresa do setor é a Virgin Galactic, que foi a responsável pelo primeiro voo da categoria em julho deste ano.