Estudantes da University College Southeast Norway, na Noruega, juntaram seus conhecimentos sobre impressão 3D e microbiologia para criar uma forma diferente de estudar organismos unicelulares: transformando uma placa de Petri em um jogo de Pac-Man microscópico.

O "Mikroskopisk Pacman" foi criado pelos estudantes sob a tutela do professor Erik Andrew Johannessen, do Instituto de Tecnologia em Nano e Microssistemas. Os objetivos do pequeno projeto são bem claros: usando nanoestruturas para elaborar um ambiente tridimensional, os pesquisadores podem avaliar o comportamento de organismos ciliados e euglenas, que fazem o papel do Pac-Man, e dos rotíferos, que atuam como os fantasmas.

Isso porque esses organismos agem de forma muito mais natural nesse tipo de ambiente do que no tradicional, de duas dimensões – ou seja, numa placa de Petri normal. Para se ter uma ideia, o labirinto criado tem menos de 1 milímetro de diâmetro e reproduz os canais e as estruturas em que esses organismos vivem na natureza.

Cupons de desconto TecMundo: