Provavelmente nem mesmo a ASUS imaginava que sua chegada no mercado brasileiro de smartphones viria acompanhada de tanto sucesso. Com uma boa configuração e um preço final bastante competitivo, o ASUS Zenfone 5 se tornou um dos campeões de venda da companhia no final do ano passado. 

Logo após o lançamento da versão com tela de cinco polegadas, a ASUS soltou também nas lojas brasileiras o Zenfone 6, um aparelho muito similar à versão com tela menor, mas com display de seis polegadas. Com esse tamanho, ele bem poderia ser chamado de phablet, mas a companhia prefere indicá-lo como um smartphone.

Mas será que vale a pena investir o seu dinheiro no ASUS Zenfone 6? Isso é o que nós vamos descobrir agora nesta análise. O smartphone ASUS Zenfone 6 foi cedido por empréstimo pela loja Cissa Magazine.

Design

Em termos de design, o Zenfone 6 é idêntico ao Zenfone 5. Seu acabamento é de boa qualidade, e o aspecto visual remete a um smartphone premium. Na parte frontal há um detalhe texturizado, logo abaixo dos botões capacitivos, que dá um charme ao modelo. Entretanto, essa parte é susceptível a riscos com muita facilidade – mas eles podem ser removidos posteriormente.

A tampa traseira de plástico é removível, permitindo acesso às duas entradas para SIM card e à entrada para cartão micro SD. A bateria não é removível. O acabamento do produto é fosco, o que evita que marcas de digitais fiquem no corpo do aparelho. Na lateral direita há dois botões: o de energia e o dos controles de volume. Ambos também são texturizados.

Em se tratando de anatomia, é preciso deixar claro que aparelhos com tela de 6 polegadas, independente do fabricante, não costumam ser os melhores para o manuseio. Aqui, a situação não é diferente, e o Zenfone 6 é maior até mesmo do que o Motorola Nexus 6. Se você não gosta de aparelhos grandes, fuja desse modelo.

Tela

Esse é mais um quesito em que o Zenfone 6 é similar ao Zenfone 5. A tela de seis polegadas tem resolução HD, e as configurações de brilho e o controles de cores são suficientes para que você tenha uma imagem de boa qualidade. Os mais atentos vão perceber a pixelização da tela em alguns momentos, já que a densidade de pixels é de apenas 245 ppi.

O recurso IPS permite ainda que o ângulo de visão seja ampliado, mantendo uma boa visibilidade mesmo quando o aparelho é visto de ângulos desfavoráveis. Por fim, o display conta ainda com proteção Gorilla Glass 3, o que o torna mais resistente a impactos e arranhões.

Sob a luz do sol, outra constatação positiva: o índice de reflexos é baixo, não havendo necessidade de forçar a visão para conferir o conteúdo da tela. O display conta ainda com proteção oleofóbica, minimizando as marcas de digitais na tela.

Desempenho

A ASUS aposta na linha de processadores da Intel em seus smartphones, e o Zenfone 6 conta com a versão Atom Z2580 com 2 GB de RAM. Isso faz com que o modelo seja ligeiramente superior à versão com tela menor, ou seja, estamos diante de um smartphone intermediário, mas com tela grande – algo raro dentro da categoria.

A transição entre apps é suave, o aparelho não apresentou travamentos em nenhum momento e até mesmo jogos um pouco mais pesados, como Brothers In Arms 3, rodaram com tranquilidade no modelo. Outra boa notícia é que o aparelho conta com 16 GB de armazenamento, além de 5 GB adicionais na nuvem, no ASUS Web Storage, e entrada para cartão micro SD.

Interface

A fabricante utiliza a Zen UI como a sua interface personalizada nos aparelhos, e no Zenfone 6 não é diferente. A customização não é pesada e deixa a transição entre apps com um aspecto de leveza e suavidade. Além disso, há uma ferramenta presente para limpar resíduos de memória e otimizar o sistema sempre que você precisar.

Ao deslizar o dedo de cima para baixo no lado esquerdo, é possível visualizar as notificações. Já deslizando o dedo de cima para baixo no lado direito, você tem acesso às ferramentas. Por fim, há ainda um recurso chamado “What’s Next”, que cria uma agenda em forma de linha do tempo a partir dos compromissos vinculados à sua conta.

O aparelho é comercializado com o Android 4.3, mas a atualização para o Android 4.4.2 já está disponível. Além disso, a empresa garantiu também que o modelo será atualizado para o Android 5.0 ao longo do primeiro semestre de 2015, mas ainda não há uma data oficial para que isso aconteça.

Câmera

Se a câmera do Zenfone 5 já havia nos surpreendido, no Zenfone 6 temos resultados ainda mais interessantes. A câmera traseira conta com uma tecnologia própria chamada PixelMaster. Ela permite aumentar a sensibilidade da exposição em até 400% e melhorar o contraste em 200%. 

Com 13 megapixels, o sensor garante fotos nítidas em condições normais de luminosidade, com cores bem definidas e quase nenhuma granulação. Nas fotos noturnas, a situação se mostra igualmente satisfatória, com resultados capazes de competir com as fotos tiradas por smartphones tops de linha.

O software de câmera traz ainda um bom número de filtros, que podem ser aplicados em tempo real, além de modos pré-configurados para fotografia de cenas em situações específicas.

Bateria

Em se tratando de duração de bateria, novamente o ASUS Zenfone 6 nos surpreendeu positivamente. A carga de 3.300 mAh é bastante generosa, e praticamente não há outro modelo, entre os smartphones intermediários ou que custem menos do que R$ 1 mil, que tenham uma bateria com vida tão longa quanto a deste modelo.

Em nossos testes, foram necessárias mais de sete horas para que a energia se esvaísse por completo enquanto assistíamos a vídeos no Netflix. Já em uso moderado, a carga do aparelho resistiu muito bem a um dia inteiro de trabalho, chegando no fim da noite na faixa dos 30%.

Áudio

Embora não decepcione, a qualidade de áudio do Zenfone 6 é apenas regular. O alto-falante principal está localizado na parte traseira do aparelho e, eventualmente, durante a execução de jogos, pode ser coberto com as mãos, tornando os sons mais abafados.

O modelo vem ainda acompanhado de fones de ouvido simples, com protetores auriculares sobressalentes, característica que deve suprir as necessidades da maioria dos usuários. Aqui, não notamos quase nenhuma diferença em relação ao modelo de cinco polegadas.

Vale a pena?

Comparando com aparelhos de tamanhos similares, e que poderiam ser concorrentes diretos do Zenfone 6, ele perde para os modelos Nexus 6 e Galaxy Note 4, por exemplo, mas rivaliza bem com o Nokia Lumia 1320. Entre um e outro, tudo vai depender da sua preferência entre Android ou Windows Phone.

O aparelho da ASUS se destaca especialmente pela longa duração de bateria e pela boa qualidade de sua câmera traseira. Ambas não são as melhores do mercado, mas dentro da faixa de preço e da proposta do produto, certamente será difícil encontrar modelos que apresentem uma melhor relação custo-benefício. 

A interface bastante modificada e o grande número de aplicativos embarcados são pontos que podem afugentar o consumidor que preza por versões de Android mais ”puras”. Entretanto, o trabalho de software foi bem realizado, e o desempenho é bastante satisfatório. 

Porém, uma coisa é certa: não há outro smartphone com tela de 6 polegadas e que custe menos do que R$ 1 mil que seja melhor do que o Zenfone 6. E esse por si só já é um diferencial e tanto para a empresa taiwanesa. Resta saber se você vai se adaptar bem à tela avantajada do modelo. Se a resposta for sim, pode apostar as suas fichas no Zenfone 6 sem medo.

O smartphone ASUS Zenfone 6 pode ser adquirido na loja Cissa Magazine por R$ 949,99 (consulta em 10 de fevereiro de 2015).

Cupons de desconto TecMundo: