A ASUS Gryphon é mais uma placa-mãe que trabalha com o chipset Intel Z97, responsável por trazer suporte aos processadores Intel de quarta e quinta geração.

Essa placa pertence à linha Armor Edition, que carrega uma “armadura” especial com diversas funções importantes.

Entre os recursos dessa placa estão componentes de alta durabilidade, um bom sistema de refrigeração e o selo TUF, que garante tudo isso e muito mais.

Especificações

Embalagem

A embalagem da Gryphon carrega o visual militar da placa estampado nas imagens, assim como já vimos na Sabertooth. Dentro da embalagem podemos encontrar uma série de itens, veja:

  • 4 x cabo SATA
  • 1 X Ponte SLI
  • 1 x Espelho para gabinete
  • 1 X Q-Conector
  • 1 x cooler 40 mm
  • 2 x parafuso curto para cooler
  • 3 x cover para slot PCIe x 16
  • 1 x cover para slot PCIe x 1
  • 2 x cover para slot DRAM
  • 1 x filtro de poeira para o painel traseiro
  • 3 x cabo termistor

Tampas para os conectores

  • 1 x LAN
  • 1 x HDMI
  • 1x DVI
  • 1 x slot USB 3.0
  • 1 x Display Port
  • 7 x SATA
  • 1 x SATA Express
  • 8 x USB
  • 2 x slot USB 2.0
  • 5 x Audio

Design

Assim como a Sabertooth, uma das principais características da Gryphon é a resistência. Para isso ela conta com uma grande quantidade de componentes desenvolvidos com esse objetivo. E nisso entra a sigla TUF, que vem das palavras “The Ultimate Force”.

O selo é mais que um nome, pois trata-se de um conjunto de componentes e recursos criados para garantir a resistência.

Um desses elementos que mais chama atenção é a “armadura” da placa. A Gryphon conta com duas chapas que cobrem tanto a parte de cima quanto a parte inferior dela. Essa peça serve para proteger os componentes de diversos problemas: o primeiro deles é o pó, que em vez de se acumular nas peças ficará em cima da chapa de proteção; o segundo é o calor. A armadura pode dissipá-lo com mais facilidade.

Ela funciona como um escudo que protege a placa do calor gerado por outras peças, como a placa de vídeo, por exemplo. Como sabemos, o calor pode afetar a durabilidade dos componentes eletrônicos. Sendo assim, qualquer coisa que possa auxiliar na tarefa de remoção do excedente é muito interessante.

Outra vantagem da armadura é a peça de metal que fica na parte inferior da placa. Ela garante que a placa-mãe possa ser mais robusta e aguente o peso de duas ou mais placas de vídeo de tamanho avantajado, sem que o PCB possa envergar, o que vez ou outra pode acabar danificando a placa-mãe.

O sistema de proteção vai além da “armadura” principal. Isso porque a ASUS fornece uma série de tampas protetoras que servem para cobrir os slots e portas que não forem utilizadas. Essas peças cobrem portas USB, SATA e os slots de memória e PCI Express.

Toda a placa é construída com cores em tons militares, o que dá um toque especial ao produto e o seu posicionamento. A camuflagem faz parte de todo o conjunto: até mesmo o dissipador do chipset leva uma estampa especial.

A ASUS também se preocupou em enviar um cooler extra que pode ser conectado à armadura, próximo aos componentes da CPU. O desenho da carcaça faz o ar circular internamente, auxiliando também na dissipação de calor.

Todos os componentes são personalizados nessa placa-mãe, sejam cores ou até mesmo detalhes especiais, como a bobinas próximas ao soquete do processador. Isso não vai fazer o sistema ficar mais rápido, mas serve para mostrar como a ASUS se preocupou com a composição da placa.

Chipset Intel Z97

O novo chipset da Intel abre caminho para os novos processadores da fabricante, isso porque ele é compatível tanto com os modelos da quarta geração (Haswell) quanto os da quinta geração (Broadwell), que ainda não chegaram ao mercado. Isso faz com que investir em uma placa-mãe que tenha o Z97 seja interessante tendo em vista futuros upgrades.

Uma das grandes novidades trazidas é o suporte a novas interfaces de armazenamento, como o SATA Express e o M.2., além do suporte à tecnologia Intel Boot Guard, que protege a máquina de malwares mesmo fora do sistema operacional. O Z97 também já oferece suporte ou sistema de cache SSD Smart Response.

Componentes TUF

O Thermal Radar 2 permite que você controle as ventoinhas em placas de vídeo ASUS, assim como as ventoinhas do gabinete. Isso é feito com a ajuda de diversos sensores posicionados pela placa, além de um cabo termistor que pode ser posicionado junto aos componentes para facilitar o monitoramento. Tudo pode ser gerenciado dentro do Windows pelo Ai Suite 3 sem muita dificuldade.

O responsável por gerenciar esses dados de forma precisa é o TUF Ice, um chip de monitoramento especial desenvolvido pela ASUS.

Essa placa também inclui uma série de componentes desenvolvidos para aguentar o uso extremo. Os MOSFETs são de padrão militar certificados com RDS mais baixos. Isso significa que eles possuem maior eficiência energética e, consequentemente, produzem menos calor.

As bobinas são melhor refrigeradas e os capacitores possuem 20% a mais de tolerância de temperatura. Isso garante a eles uma vida útil até 5 vezes maior. Segundo a ASUS, todos os componentes e a placa são testados em um nível extremo para garantir que não existam falhas no projeto.

A Gryphon também tem um sistema de proteção contra energia eletrostática. Esse tipo de descarga pode danificar os componentes eletrônicos. Chamados de “TUF ESD Guards”, eles são testados a um nível cerca de 30% mais elevado que o padrão da indústria.

Assim como os demais componentes dessa placa, o sistema de áudio também leva o selo TUF. O principal destaque aqui é a blindagem de áudio: a separação analógica dos canais que evita interferência multilateral e reduz o ruído inicial de todas as saídas.

SATA Express e Thunderbolt

O SATA Express ainda é uma tecnologia relativamente nova e essa interface já está começando a aparecer nas placas-mãe novas, como essa. A vantagem é a velocidade de transmissão de dados: enquanto o SATA 3.0 pode transferir dados a uma velocidade de 600 MB/s, o SATA Express pode transferir as informações a 2 GB/s ou mais, já que ele utiliza as linhas de conexão PCI Express, que podem ser agrupadas para aumentar o desempenho.

Outra novidade da Z97 Gryphon é a compatibilidade com o Thunderbolt, a nova conexão que permite a transferência de dados e imagem em alta velocidade através de uma única conexão física.

ASUS Ai Suite 3

O AI Suite 3 é um painel de controle completo desenvolvido para permitir o gerenciamento da placa-mãe. A interface é dividida em uma série de menus, cada um com itens específicos.

A primeira tela é o “Thermal Tuning”. Ali é possível gerenciar a temperatura de trabalho da placa com base nos termistores que a acompanham. O funcionamento é simples: basta instalar os três sensores de temperatura que acompanham o produto. Depois, é só posicioná-los nos periféricos que precisam ser monitorados.

Dentro do Ai Suite é possível selecionar o que cada um deles faz e adicionar um ícone específico, por exemplo, um HD ou um módulo de memória. Depois de configurar tudo, é só iniciar a configuração automática que faz uma medição de temperatura do sistema e regula tudo para o melhor desempenho possível.

A segunda tela é o Fan Control, que oferece ferramentas de ajuste dos ventiladores da máquina. É possível criar perfis de funcionamento. Um recurso interessante é o Dust de-Fan, que faz com que os coolers girem para o lado inverso na hora que a máquina é ligada. Isso evita o acúmulo de poeira nas hélices.

O Ai Suite 3 também permite que você ajuste padrões mais avançados do sistema, incluindo do regulador Digi+ VRM. Na aba CPU é possível regular as tensões e a frequência da CPU de forma simples; já na aba DRAM, é possível ajustar os níveis de frequência e voltagem da memória.

Em todas as telas é possível ver um menu com informações completas sobre as tensões, clocks, temperaturas e o cooler na parte inferior.

ASUS HomeCloud

O ASUS HomeCloud é um sistema de gerenciamento remoto implantado pela ASUS. Através dele você pode acessar o seu PC remotamente, tendo acesso aos arquivos e podendo até mesmo reproduzir vídeos à distância. É possível “acordar” a máquina sem precisar ter contato físico com ela, e tudo isso através de um dispositivo móvel.

A função é fazer com que a sua nuvem de dados seja o seu próprio computador e não algum servidor remoto instalado em algum ponto distante do mundo.

BIOS UEFI

O BIOS UEFI é uma grata atualização sobre a interface tradicional com navegação baseada apenas em teclado, menus complexos e poucas ferramentas. A novidade traz telas de controle maiores com detalhes, gráficos e uma grande variedade de ferramentas que permitem um controle mais preciso das funções da máquina, mesmo por aqueles que não possuem muita intimidade com o equipamento.

A ASUS tratou de empregar o mesmo estilo visual da placa-mãe no papel de parede da BIOS. Os tons militares também estão presentes nessa tela, dando um visual muito bom ao conjunto.

As informações também são muito bem distribuídas na interface. A tela inicial é dividida entre informações sobre o hardware, temperaturas e tensões específicas. O EZ Mode, como é chamado o visor, mostra em detalhes as principais configurações da BIOS de uma maneira agradável e fácil de entender.

Quem quiser regular itens mais avançados poderá acessar a interface mais tradicional clicando no Advanced Mode, localizado na parte inferior da tela. O modo avançado é bem parecido com as BIOS mais antigas e oferece ferramentas de controle para praticamente tudo, desde overclocks até ativação ou desativação de recursos.

Vale a pena?

A ASUS sempre foi referência em placas-mãe, e através de produtos como a Z97 Gryphon podemos entender o motivo. O acabamento é de primeira qualidade e os recursos são bem completos. Quem optar por esse modelo certamente não vai se decepcionar.

O selo TUF é uma ótima forma de garantir a segurança do seu sistema. Isso porque, ao montar um PC com essa placa, é possível garantir que ele se mantenha estável por muitos anos. Não é à toa que a ASUS oferece 5 anos de garantia para o equipamento (na América do Norte e Europa, para o Brasil é 1 ano).

Apesar de ser mini-ATX, essa placa possui suporte a duas placas de vídeo em modo SLI/CrossFire, o que faz dela uma boa pedida para máquinas gamer, principalmente modelos mais compactos e que não procuram tantos recursos como os da linha ROG podem oferecer. Quem gosta de monitorar o PC também vai ficar satisfeito, já que a ASUS incluiu uma grande quantidade de sensores especiais na novidade.

No Brasil, essa placa pode ser encontrada na faixa de R$ 1 mil, sendo um pouco mais cara que os modelos Gryphon tradicionais (sem o armor). Pelo menos por aqui, o valor é um pouco alto, especialmente se considerarmos que podemos encontrar modelos com a mesma qualidade por valores mais acessíveis.

Apesar de não estar muito dentro da categoria custo x benefício (pelo menos no Brasil), podemos dizer que essa placa-mãe é excelente e vai proporcionar um bom tempo de vida para o seu computador.

Cupons de desconto TecMundo: