iPad já chegou ao Brasil

Fonte da imagem: Divulgação/Apple

As vendas do iPad no Brasil começaram no dia 3 de dezembro e, seguindo o padrão mundial, foram um sucesso. Depois de poucas horas, era possível encontrar apenas a versão com Wi-Fi e 3G de 64 GB disponível nos sites.

Porém, ninguém que tenha comprado o aparelho pode dizer que o preço não seja salgado, especialmente quando comparado ao praticado em países vizinhos, como a Argentina. Enquanto aqui o iPad mais barato saiu por R$ 1.649 (com 16 GB de espaço interno e sem 3G), nossos hermanos pagaram R$ 1.440 pelo mesma configuração.

O site especializado MacWorld mostrou que, em um levantamento com 10 países participantes, o Brasil era o país com o maior preço para o tablet. Custando mais do que o dobro dos EUA (R$ 848) e acima de Portugal (R$ 1.112), o iPad chegou aos nossos bolsos com o título de campeão dos preços (e não no bom sentido).

Ele não é o mais caro do mundo no Brasil

Fonte da imagem: Divulgação/Apple

Na realidade, o Brasil não é o país que vende o iPad mais caro do mundo. Segundo uma fonte no Blog do Noblat, o Casaquistão ganha em termos de preços altos, com o aparelho vendido por cerca de 2 mil dólares (cerca de 3,3 mil reais). O Turcomenistão também não fica de lado, vendendo o gadget por 1,7 mil dólares (2,8 mil reais).

Os preços não especificam qual modelo de iPad possui este valor, entretanto, estima-se que seja a versão mais simples, aquela do levantamento da MacWorld.

Cupons de desconto TecMundo: