O WiFi é uma dessas coisas maravilhosas que a humanidade é capaz de fazer. Pare para pensar na beleza que é navegar pela internet com dados "rolando soltos" pelo ar. Lindo, não? Contudo, há um problema: a energia necessária para um gadget ficar conectado — principalmente os móveis. Mas, se depender dos cientistas da Universidade de Washington, isso vai mudar em breve.

Um sistema chamado "WiFi passivo" é uma nova maneira de conectar um gadget ao WiFi sem utilizar tanta energia. Na verdade, um smartphone, ou tablet, usaria menos energia do que uma conexão Bluetooth.

De acordo com a pesquisa, o "WiFi passivo" pode chegar a consumir 10 mil vezes menos energia do que o WiFi comum. Ou seja, a bateria do seu gadget vai ser levemente afetada pela conexão — e você tem mais horas para navegar sem se preocupar.

Isso foi alcançado por meio de uma nova maneira de usar as transmissões de rádio, que hoje envolvem duas operações: digitais e analógicas. A digital costuma ser mais eficiente, mas a transmissão analógica suga muito mais energia. Então, os cientistas apenas separaram as funções para ter um resultado com melhor desempenho.

Praticamente, o que eles fizeram foi o seguinte: um dispositivo que envia ondas analógicas para sensores WiFi passivos. Esses sensores praticamente não usam energia para funcionar, então, eles pegam essas ondas e as refletem com um switch digital, e isso cria algo que a equipe de cientistas chama de "WiFi Packets". Esse sinal já alcançou taxas de 11 megabits por segundo durante os testes.

Resultado do super WiFi

Os pesquisadores conseguiram conectar vários gadgets com este novo modo de uso. Além disso, o "WiFi passivo" pode ser perfeito para wearables e gadgets que servem como acessórios, já que eles costumam ter baterias menores do que smartphones. E você? O que achou dessa solução que vai consumir bem menos energia do seu celular ou notebooks?

O que você acha dessa nova tecnologia WiFi? Comente no Fórum do TecMundo