Windows Phone: como configurar a APN de operadoras

Seu 3G não está funcionando corretamente? Aprenda a corrigir esse problema.
  • Visualizações60.639 visualizações
Por Paulo Guilherme em 30 de Agosto de 2012

Windows Phone: como configurar a APN de operadoras (Fonte da imagem: iStock)

Embora seja um pouco incomum, não é impossível que a APN (“Acess Point Name” ou “Nome de Ponto de Acesso”) de seu Windows Phone traga alguns problemas, impedindo que você use a internet ou receba mensagens multimídia com sua rede 3G.

Seja por uma falha na configuração automática do seu aparelho ao ter o SIM Card inserido ou por culpa de alguém que acidentalmente modificou o sistema da maneira errada, não há motivo para se preocupar. Basta seguir este passo a passo do Tecmundo para resolver essa dor de cabeça.

Como fazer

O primeiro passo a ser seguido nesse processo é acessar as configurações da APN. Para isso, abra o menu principal e siga o caminho Configurações > rede celular. Aqui, certifique-se de que o campo “Seleção de rede” está marcado como “automática”.

Siga até o fim das opções dessa área para encontrar um botão que pode mostrar o nome “adicionar ponto de acesso (apn)” ou “editar ponto de acesso (apn)”, dependendo se essa for a primeira vez que a APN está sendo configurada. Seja qual for o aviso, clique na opção.

Você vai ser levado a uma nova área. Aqui, basta preencher os três primeiros campos copiando as informações em negrito mostradas logo abaixo. Por fim, tudo o que resta a ser feito é clicar em “Concluído” para que a configuração da APN esteja completa.

Claro

  • Ponto de acesso (APN): claro.com.br
  • Nome de usuário: claro
  • Senha: claro

Oi

  • Ponto de acesso (APN): gprs.com.br
  • Nome de usuário: oi
  • Senha: oi

TIM

  • Ponto de acesso (APN): tim.br
  • Nome de usuário: tim
  • Senha: tim

Vivo

  • Ponto de acesso (APN): zap.vivo.com.br
  • Nome de usuário: vivo
  • Senha: vivo

Problemas com importados

Embora esse processo deva ser suficiente para resolver o problema do 3G de seu aparelho na maioria dos casos, pessoas que possuem celulares vindos de fora do país ainda podem apresentar problemas.

O motivo para isso está nas quatro bandas de frequência – 850, 900, 1800 e 1900 MHz – em que os dispositivos trabalham na hora de transmitir seus dados: poucos aparelhos são capazes de operar em todas as bandas, normalmente suportando apenas duas delas. O mesmo vale para o sinal enviado pelas operadoras, que só são transmitidos em duas faixas diferentes.

É aí que vem o problema: muitos smartphones importados trabalham exatamente nas frequências opostas às oferecidas aqui dentro – logo, não há como fazê-lo funcionar corretamente mesmo configurando a APN do celular. Nesses casos, é ficar sem 3G ou trocar de aparelho.

Fonte: Windows Phone Brasil



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!