Relatos próximos das fábricas da Apple indicam que a Maçã está aplicando uma proteção EMI (interferência eletromagnética) em vários processadores e placas que serão utilizadas no iPhone 7. A ideia é melhorar o funcionamento do hardware móvel que, com mais recursos, pode apresentar mais interferência entre processos.

A indicação veio do veículo coreano ETNews, comentando que a Apple está protegendo todos os circuitos do próximo iPhone. "Enquanto os sinais digitais aumentaram e funções diversas, como o 3D Touch, estão sendo adicionadas, a redução das ondas eletromagnéticas tem se tornado um grande tópico na indústria", disse uma fonte relacionada ao caso.

Com um escudo EMI aplicado, sinais eletromagnéticos inesperados são prevenidos. Como benefício, placas de circuito podem ser montadas de modo mais elaborado, o espaço entre peças de hardware é encurtado — dessa forma, por exemplo, é possível aumentar a capacidade da bateria de um dispositivo.

Para ficar ligado em novidades sobre o novo iPhone 7, acesse a nossa página dedicada ao assunto.

O que você espera do Apple iPhone 7? Comente no Fórum do TecMundo