A Apple já confirmou com a imprensa um evento em Cupertino, EUA, para o próximo dia 21 de março. Rumores sobre esse acontecimento têm pipocado na web há um bom tempo e, junto com eles, informações sobre os possíveis anúncios da Maçã nesse dia.

Pelo que se comenta até agora na dimensão dos rumores, podemos ver a Apple lançando um iPhone menor, com tela de 4’’ chamado “iPhone SE”, que seria basicamente uma combinação de iPhone 6/6S com o iPhone 5 em que questão de hardware e software. Basicamente, a marca estaria tentando voltar o segmento dos celulares pequenos, sendo que ela não produz um modelo nessa categoria desde 2013.

Acompanhe AO VIVO o evento da Apple nesta segunda-feira (21)

Esperamos também o anúncio de um iPad Pro menor, assim como algumas novas pulseiras para o Apple Watch e, quem sabe, uma atualização para o iOS 9. Confira os detalhes.

iPhone

Rumores sobre um iPhone possivelmente menor têm sido comentados há um bom tempo, e o suposto nome desse aparelho já foi “alterado” uma série de vezes: iPhone 6C, iPhone 5SE e iPhone SE.

Quanto ao hardware, parece que ele terá uma tela de 4’’ polegadas e estilo de design que lembraria muito o iPhone 5. O dispositivo contaria com várias novidades da Apple como o Apple Pay, mas o 3D Touch ficaria de fora. A câmera seria de 8 MP na parte de trás, paralela a uma de apenas 1,2 MP na parte da frente.

Por dentro, entretanto, ele teria o mesmo processador do iPhone 6S, o A9. Não se sabe sobre a quantidade de RAM, mas a Apple sempre é muito misteriosa quanto a isso. Outra similaridade com os novos iPhones seria o vidro com curvas “2,5D” nas bordas. O restante do design lembraria o iPhone 5.

Não há rumores mais concretos acerca do possível preço desse aparelho, mas, especula-se que ele possa sair por US$ 450 (R$ 1,6 mil) em seu lançamento, considerando um contrato com operadoras por menos de US$ 20 por mês.

iPad

Quando a Apple lançou o iPad Pro no fim do ano passado, todo mundo ficou aguardando no fim do evento a apresentação de um iPad de “tamanho comum”. Como ele não apareceu, a especulação da vez é que isso se concretize agora, em 21 de março.

Teríamos então um “iPad Pro Mini” ou alguma coisa assim, uma vez que esse seria um iPad com tela de 9,7’’, suporte a Apple Pencil, capa-teclado e quatro alto-falantes, além do processador A9X e 4 GB de RAM. Fora tamanho da tela/corpo, ele seria exatamente igual ao iPad Pro.

Algumas imagens de capas para esse produto já foram divulgadas na web, mas não há como ter total confiança nisso. Ademais, não há imagens reais do suposto produto ou qualquer expectativa de preço para ele. Contudo, é possível que a Apple aproveite a oportunidade para aumentar um bocado a faixa normal de valores, uma vez que estaria entregando um aparelho com hardware significativamente melhorado.

Apple Watch

O Apple Watch “continua o mesmo” desde o seu lançamento, mas a empresa tem trabalhado para torná-lo mais apelativo para o consumidor. A cada oportunidade que Tim Cook tem para subir a um palco, um novo pacote de pulseiras do relógio é lançado. Dessa vez, não deve ser muito diferente.

Não se sabe quantos modelos exatamente podem aparecer, mas é muito provável que apareçam mesmo. Suspeita-se também que seja lançado o WatchOS 2.2, que faria algumas correções no Apple Maps, além de trazer a possibilidade de parear mais de um Apple Watch no mesmo iPhone. Será que alguém precisa disso?

Uma nova versão completa do SO para relógios deve ser mostrada no evento de setembro deste ano.

iOS

É provável que a Apple faça um anúncio mais elaborado sobre a versão 9.3 do iOS. Ela está sendo produzida especialmente pensando em usos educacionais para o iPad, como a possibilidade de um professor iniciar automaticamente um app ou site em vários iPads dentro de uma sala de aula.

Haverá ainda uma série de outras ferramentas de gerenciamento para escolas utilizarem os tablets com seus alunos. Esse movimento seria basicamente uma resposta à alta penetração dos Chromebooks em escolas norte-americanas.

Fora isso, uma série de correções de segurança deve ser enviada para os usuários, impedindo que aquela falha do 01/01/1970, por exemplo, aconteça. Fala-se ainda em uma possível configuração para a tela emitir menos luz azul durante a noite para que os usuários possam dormir melhor.

Mais

A Apple deve falar alguma coisa sobre sua recente batalha contra o FBI nos EUA para não fornecer uma ferramenta de descriptografia para as autoridades desbloquearem o iPhone de um criminoso. A Maçã, e boa parte das demais companhias de tecnologia dos EUA, tem criticado o pedido dos investigadores, alegando que isso representaria uma grave falha de segurança para os usuários.

Uma ferramenta como essa, caindo nas mãos erradas, poderia fazer muito estrago. Além do mais, não é possível confiar que o governo norte-americano só faria bom uso desse tipo de recurso, uma vez que eles já passaram por alguns escândalos de quebra de privacidade no mundo inteiro com Edward Snowden.

Por fim, até o momento, não parece haver nenhuma novidade nesse evento acerca do OSX ou de possíveis novos notebooks. Já foi comentado sobre a possibilidade de a Maçã lançar uma “versão pro” do Macbook de 12’’, mas nada disso foi tratado com mais propriedade. Por isso, fique ligado no TecMundo para conferir nossa cobertura completa sobre o evento do próximo dia 21.

Será que a Apple vai mesmo lançar um iPhone SE no evento do dia 21/03? Comente no Fórum do TecMundo