A Apple liberou ontem uma atualização para o sistema Android do seu app de música, que passa a permitir que os usuários salvem suas faixas favoritas diretamente no cartão de memória presente em seus aparelhos. A nova função é voltada especificamente para os fãs do sistema móvel da Google, já que aparelhos iOS não possuem entrada para cartão.

Curiosamente, isso torna o Android um sistema mais propício a popularizar o Apple Music, uma vez que será possível baixar para ouvir direto do aparelho muito mais músicas do que no próprio iPhone. A título de comparação, um dispositivo como o Moto X Pure Edition, que já vem com armazenamento de 64 GB e ainda aceita cartão de memória de até 128 GB, comporta muito mais arquivos do que o iPhone 6s de 128 GB, por exemplo.

Além disso, a atualização adiciona uma lista completa da programação da rádio Beats 1, e permite que se faça buscas por compositores ou compilações de músicas específicas, o que deve agradar amantes de música clássica e fãs de trilhas sonoras. O visual do aplicativo também tem feito um bom trabalho em seguir o padrão do Material Design da Google, mas mesmo assim a avaliação dos usuários na Play Store fica em três estrelas.

Alguns alegam que é a falta de funções “básicas” como suporte ao Chromecast, enquanto outros simplesmente se admitem haters de tudo vindo da companhia de Cupertino. Curiosamente, a versão do Apple Music para Android continua sendo listada como Beta, provavelmente porque a empresa ainda não chegou ao ponto em que gostaria com o aplicativo em relação ao público do Android.

Você já experimentou o Apple Music para Android? O que achou? Comente no Fórum do TecMundo