Há exatamente uma semana, no dia 21 de janeiro de 2015, o WhatsApp presenteou os seus usuários com uma belíssima e aguardada funcionalidade: a possibilidade de usar o aplicativo através do computador com a ajuda do WhatsApp Web. O recurso foi muito bem recebido e permitiu que as pessoas dispensassem a necessidade de consultar seus smartphones a cada nova mensagem recebida.

O nosso tutorial explicou direitinho como aproveitar essa novidade que chegou para o Android, Windows Phone, BlackBerry, BlackBerry 10 e Nokia S60. Como muitos devem ter percebido, o iOS não foi contemplado com esse recurso, questão respondida nesta nossa matéria. Tudo pode parecer maravilhoso com a chegada do WhatsApp no PC, mas um alerta foi levantado assim que a funcionalidade foi anunciada: a segurança dos computadores que vão utilizar o mensageiro.

Finalmente!

O perigo potencial do WhatsApp no PC

O WhatsApp Web tem como principal característica imitar quase que perfeitamente todas as funcionalidades do mensageiro para smartphones. Além do envio de mensagens instantâneas, é possível mandar mensagens de voz, emoticons e – aqui mora um dos perigos – arquivos em anexo. Isso significa que é possível compartilhar imagens, fotos e vídeos que estejam infectados, mesmo que a ameaça não apresente grande perigo.

Outro grande problema é a informação que as pessoas escolhem compartilhar através do WhatsApp. Por seu uma forma de comunicação prática e rápida, muitos escolhem o mensageiro para expressar sentimentos e transmitir informações sigilosas (como senhas e contas) ou estratégicas. Tendo isso em mente, nem é tão difícil imaginar o estrago que uma conta do WhatsApp em mãos erradas pode ocasionar.

Os perigos do WhatsApp.

Dicas de segurança

Considerando esse cenário potencialmente perigoso, a empresa ESET, fornecedora global de soluções de segurança contra ameaças virtuais, resolveu compartilhar algumas dicas preciosas que foram incrementadas com algumas sugestões nossas.

“Aplicativos de mensagens instantâneas facilitam a vida do usuário e a versão para PCs tornará essa comunicação ainda melhor”, afirma Camilo Di Jorge, gerente da marca aqui no Brasil. “No entanto, as pessoas precisam ficar atentas aos riscos, uma vez em que o PC passa a ser uma nova forma de os cibercriminosos realizarem golpes voltados a roubar informações dos usuários compartilhadas pelo WhatsApp ou, ainda, usar o app para infectar a máquina do internauta”, complementa o figurção. Chega de papo e vamos às dicas:

Dicas de para o usar o WhatsApp no PC com segurança.

1. Evite adicionar e manter contato com pessoas desconhecidas

A recomendação é a mesma para qualquer mensageiro e principalmente para as redes sociais: evite aceitar contatos desconhecidos e manter contato com essas pessoas. Afinal, é impossível dizer quais são as verdadeiras intenções daqueles que estão por trás do teclado (do computador e do smartphone).

No caso do WhatsApp, é ainda mais fácil lidar com essa situação. Já que o mensageiro trabalha com o número de telefone, é muito difícil uma pessoa conseguir se passar por outra. Portanto, se você não sabe de quem é aquele número, não dê bola para o azar e recuse o contato do indivíduo.

Evite adicionar pessoas desconhecidas!

2. Mantenha tudo atualizado

Com a extensão de uso para os computadores, a recomendação de “manter tudo atualizado” agora é muito mais ampla. Além do sistema operacional e software antivírus, também é necessário manter os updates do navegador em dia.

Para os smartphones a dica é a mesma e todos já devem estar cansados de ouvir. Sempre utilize a versão mais recente do aplicativo, aquela que provavelmente vá conter a correção dos erros e falhas de segurança encontradas pelos usuários.

Mantenha os programas atualizados!

3. Evite abrir arquivos suspeitos

Apesar de não ser possível enviar todo tipo de arquivo através do WhatsApp, ainda sim é preciso tomar cuidado com tudo o que você recebe através do mensageiro. A maioria das ameaças são propagadas através de executáveis, tipo que não é “compartilhável” através do aplicativo.

Mas, com a facilidade do PC, um link para download de um EXE pode muito bem ser o “adeus” a todas as suas informações e funcionamento do seu computador. Portanto, tome cuidado.

Não abra qualquer arquivo em seu computador.

4. Utilize soluções de segurança adequadas

Antivírus, firewall e antispam são algumas das funcionalidades que precisam ser muito bem escolhidas na hora de equipar sua máquina. Uma dica é ler análises e acompanhar a opinião de especialistas para saber quais opções escolher entre os milhares de softwares disponíveis dessas categorias.

5. Use senhas fortes

A velha e batinha dica para as senhas também é válida aqui. Afinal, de que adianta tomar todas as precauções necessárias para garantir que seu PC e smartphone não vão ser infectados se você usar como senha de desbloqueio “123456”?

Não era uma boa hora para trocar a sua senha?

Aproveite essa oportunidade para revisar os seus códigos de acesso, lembrando se de usar senhas razoavelmente longas e mesclando letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais.

6. Bloqueie usuários indesejados

Por mais que você evite contato com desconhecidos, pode ser que algum indivíduo inconveniente esteja insistindo em manter uma conversa. Para esses casos, é sempre bom lembrar que podemos facilmente bloquear as pessoas através do WhatsApp.

Na interface de troca de mensagens, pressione o botão que abre o menu de opções. Em “Mais”, selecione “Bloquear” para que essa pessoa não tenha mais condições de incomodá-lo.

.....

Recomendamos fortemente que os leitores coloquem essas sugestões em prática para evitar que possíveis ameaças estraguem a bela experiência que o WhatsApp é capaz de proporcionar. Fica a dica da ESET e do TecMundo para todos que estão aproveitando o mensageiro através do computador.

Cupons de desconto TecMundo: