Por mais que não tenha dado as melhores primeiras impressões ao público, o Face ID ainda promete ser uma das novidades mais interessantes e promissoras do iPhone X. Até o momento, já sabemos que essa tecnologia deve ser capaz de reconhece-lo mesmo com leves diferenças em seu rosto e que ela é à prova da maioria das tentativas de “falsificar” sua entrada. Não espere, no entanto, que a ferramenta vai dar fim às senhas por completo.

Segundo o Business Insider, a Apple revelou seis cenários em que você não poderá utilizar seu Face ID para desbloquear o celular; no lugar disso, sua opção será apenas usar a senha numérica. A boa notícia é que isso só deve afetar os donos do iPhone X em situações bem específicas, então não espere ter problemas constantes com isso.

Confira os casos logo abaixo:

  • O dispositivo acabou de ser ligado ou reiniciado;
  • O dispositivo não foi destravado por mais de 48 horas;
  • A senha não foi usada para destravar o aparelho nas últimas 156 horas e seu Face ID não foi usado para destravar o dispositivo nas últimas 4 horas;
  • O dispositivo recebeu um comando de bloqueio remoto;
  • Depois de cinco tentativas malsucedidas de reconhecer um rosto;
  • Ao iniciar o modo de emergência, pressionando o botão de volume e o botão lateral simultaneamente por 2 segundos.

Mesmo com tudo isso, a grande pergunta que resta é: será que vamos conseguir usar essa ferramenta da maneira como a Maçã nos promete? Considerando que o Face ID tem sofrido alguns problemas e até mesmo se mostrado causa de atrasos na produção do iPhone X, não seria surpresa ver muita gente apreensiva com a novidade.

Cupons de desconto TecMundo: