A fabricante de software Citrix sofreu um vazamento após ataque hacker. De acordo com a empresa, o Departamento Federal de Investigação dos EUA (FBI) foi avisado na semana passada e investiga o caso. A empresa também indica que há chances de um grupo hacker iraniano chamado Iridium ter ligações com o caso.

Segundo a Citrix, foram roubados entre 6 TB e 10 TB de documentos corporativos. Entre entrevista para a NBCNews, o presidente da empresa de cibersegurança Resercurity Charles Yoo afirma que a Iridium esteve por trás de outros ataques contra agências governamentais e indústrias, como de petróleo e gás.

Hackers invadiram os sistemas da empresa há cerca de 10 anos

Ainda, Yoo e Citrix acreditam que os hackers invadiram os sistemas da empresa há cerca de 10 anos. De lá para cá, ficaram “na miúda” esperando o momento certo de roubar os dados.

Os envolvidos na investigação acreditam que o ataque usou uma técnica conhecida como “password spraying”, em que senhas fracas de funcionários são exploradas para ganhar acesso interno nos sistemas de uma empresa.

Não está claro quais informações estavam nos prováveis 10 TB de documentos corporativos, contudo, dados sensíveis e informações sigilosas devem ser esperadas. A Citrix afirmou que “lamenta profundamente o impacto que esse incidente pode ter sobre os clientes afetados”.

Cupons de desconto TecMundo: