PF apreende R$ 300 mil no apartamento de Gilberto Kassab

1 min de leitura
Imagem de: PF apreende R$ 300 mil no apartamento de Gilberto Kassab
Avatar do autor

A Polícia Federal (PF) apreendeu cerca de R$ 300 mil no apartamento de Gilberto Kassab (PSD), ministro da Ciência e Tecnologia, na manhã de hoje (19) em São Paulo. A busca e apreensão da PF foi motivada pela delação da empresa J&F, a qual afirma que Kassab recebeu mesada de R$ 350 mil por mês quando era prefeito de São Paulo, em 2009, segundo o G1.

Apesar da ação, Gilberto Kassab afirmou que “não há nada que macule” sua imagem. Sobre os R$ 300 mil, a Polícia Federal levou para a sede na Lapa, zona oeste de SP, para investigar a origem e seu o dinheiro está declarado.

O objetivo dos pagamentos era contar com poder de influência do ministro em 'eventual demanda futura de interesse do referido grupo'

De acordo com o G1, a ação da PF foi motivada após petição de Raquel Dodge, procuradora-geral da República. Dodge afirma que Wesley Batista e Ricardo Saud, da J&F, alegaram ter repassado R$ 58 milhões ao ministro entre 2010 e 2016 em duas situações distintas.

"O objetivo dos pagamentos era contar com poder de influência do ministro em 'eventual demanda futura de interesse do referido grupo'. Para viabilizar os repasses, os envolvidos celebraram contrato fictício de prestação de serviços com uma empresa do ramo de transportes que possuía relação comercial com a J&F", diz nota da Procuradoria Geral da República (PGR).

Kassab ainda comentou ao G1 que, "ao longo de todos esses anos de vida pública não há nada que me comprometa no campo da imoralidade. Estou tranquilo porque sempre respeitei os princípios da ética. Estou à disposição do Ministério Público e do Poder Judiciário".

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
PF apreende R$ 300 mil no apartamento de Gilberto Kassab