Facebook quer copiar o TikTok, mas pode ter problemas

1 min de leitura
Imagem de: Facebook quer copiar o TikTok, mas pode ter problemas
Imagem: Shutterstock

Muitas das redes sociais estão lançando serviços de vídeos curtos, visto que o TikTok tem influenciado a forma como os usuários consomem conteúdo. No entanto, um executivo da plataforma afirma que esse pode ser um caminho perigoso.

Blake Chandlee, presidente de soluções de negócios globais do TikTok, usou o Facebook como exemplo. "Eles construíram todos os seus algoritmos com base no gráfico social. Essa é a sua competência central. A nossa não”, explica. O executivo trabalhou no Facebook por 12 anos e entrou para a equipe do TikTok em 2019.

Ainda citando Chandlee, se o Facebook tentar copiar o TikTok, terá problemas e provavelmente oferecerá uma experiência inferior. O TikTok é visto internamente como uma plataforma de entretenimento, e isso seria uma diferença significativa.

O Facebook disse que a receita no segundo trimestre poderia cair em relação ao ano anterior pela primeira vez em 2022. (Shutterstock)O Facebook disse que a receita no segundo trimestre poderia cair em relação ao ano anterior pela primeira vez em 2022. (Shutterstock)Fonte:  Shutterstock 

Facebook vai copiar o TikTok?

Tom Alison, chefe de aplicativos do Facebook, acredita que o TikTok esteja "roubando cada vez mais participação" da rede social para a qual trabalha. No início do ano, Mark Zuckerberg também reconheceu o poder de competição e disse: “É por isso que nosso foco em Reels é tão importante a longo prazo”.

O Facebook teria planos de se tornar mais parecido com "seu rival", recomendando conteúdo mesmo que não seja compartilhado por amigos. O Messenger e o Facebook também seriam reunidos novamente, imitando a funcionalidade de mensagens do TikTok.

Tom Alison acredita que o Facebook não viu "o quão social esse formato pode ser". No entanto, alguns funcionários e o próprio chefe de aplicativos já expressaram suas preocupações de que a empresa esteja sendo muito agressiva, arriscando perder sua essência original. “Eles simplesmente não vão ter isso [a experiência do TikTok] no Facebook, a menos que o Facebook se afaste completamente de seus valores sociais, o que eu simplesmente não acho que vá acontecer.”, diz Alison.

A Meta, que é dona da rede social, está experimentando com o formato de feed de vídeos no Instagram, com a plataforma Reels. Além disso, o Facebook também conta com sua própria versão da funcionalidade, que agora também permite a postagem de vídeos curtos pelo PC.